Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Renan Ribeiro espera não levar gols e dar título ao Atlético-MG

Da arquibancada para o gol, Renan quer a vitória, mas garante estar pronto para fechar o gol atleticano

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Pouco mais de um ano depois de vencer o Ipatinga e conquistar o seu 40º título Mineiro, o Atlético-MG está perto de uma nova conquista estadual. Para manter o posto de campeão mineiro, o time alvinegro precisa somente de um empate diante do Cruzeiro, neste domingo, às 16h, na Arena do Jacaré. Portanto, o jogo começa com um resultado que serve ao Atlético-MG, o que faz do goleiro Renan Ribeiro ainda mais importante na decisão.

Caso o camisa 30 fique os 90 minutos sem sofrer gols, o Atlético-MG vai conquistar o seu 41º estadual. No entanto os números de Renan Ribeiro não são animadores, já que ele ficou somente sete das 37 partidas como profissional sem sofrer gols, mesmo tendo quase três vitórias a mais do que derrota. Mesmo assim a expectativa da torcida é não sofrer gols do Cruzeiro e comemorar o título.

“A expectativa minha também é não levar gols e o Atlético-MG ser campeão. A gente sabe a dificuldade que vai encontrar. É um jogo difícil, que vai ser decidido nos detalhes. O time que entrar mais atento vai sair campeão”, disse Renan, que vive um momento especial nesta final, já que foi revelado pelo próprio Atlético-MG, assim como outros cinco titulares.

“Quando a gente está na base, nosso sonho é chegar ao profissional e entrar numa final. Agora, a gente está tendo esta oportunidade e estamos muito felizes. Estamos treinando forte durante a semana pra chegar no domingo preparados pra conseguir desempenhar um bom papel e ajudar o Atlético-MG”.

Embora tenha o título de 2010 no seu currículo, Renan Ribeiro não chegou a jogar nenhuma partida pela competição passada. Ele fazia parte do grupo comandado por Vanderlei Luxemburgo, que tinha Aranha como o titular. Foram muitas mudanças em um ano, das arquibancadas para o gol atleticano.

“Ano passado estava no Mineirão, lá na arquibancada, torcendo pelo Atlético. Agora tenho a oportunidade de estar dentro de campo, podendo contribuir, ajudando o time a sair com a vitória”

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG