Tamanho do texto

Goleiro do Atlético Mineiro aproveita oportunidade para avisar ao treinador, hoje no Flamengo, que tinha condições de ter virado titular antes

Além do que diz respeito à conquista de pontos, o duelo entre Atlético-MG e Flamengo, neste sábado, terá um atrativo especial. Vanderlei Luxemburgo, hoje técnico do time carioca, reencontrará o goleiro Renan Ribeiro, que se firmou como titular do Galo após sua saída e aproveita a oportunidade para avisar ao treinador que tinha condições de ter tomado conta do posto antes.

"Se ele está acompanhando o Atlético-MG, está vendo o que poderia ter feito e não fez", declarou o arqueiro atleticano, que preferiu minimizar a declaração. "Se não joguei antes, era porque o treinador achava que não era o momento. Ele sempre me dizia para continuar trabalhando para que meu momento chegasse e fiz isso".

Promovido à equipe principal na vaga do experiente Fábio Costa, Renan é o titular desde a chegada de Dorival Júnior. Em 13 partidas, por Copa Sul-Americana e Brasileirão, ele sofreu 17 gols. Na última rodada da competição nacional, falhou em um dos gols de Neymar no jogo de Sete Lagoas, mas foi aplaudido pelos torcedores. Contra o Palmeiras, pelo torneio continental, sofreu dois gols, mas não falhou.