Tamanho do texto

Meia do Atlético-MG discutiu com Magno Alves e Werley durante o clássico com o Cruzeiro, em Sete Lagoas

Uma discussão entre três jogadores do Atlético-MG , ainda no primeiro tempo, chamou a atenção de quem estava na Arena do Jacaré. O zagueiro Werley reclamou com o atacante Magno Alves , que no lance anterior optou em chutar para o gol e não passar a bola para Diego Tardelli, que estava melhor colocado.

Porém o experiente jogador de 35 anos não gostou nada de como o defensor do Atlético-MG se referiu e foi tirar satisfação com Werley. Magno Alves atravessou meio campo para chegar ao zagueiro. O clima só não ficou pior por conta dos companheiros de clube, que separaram os dois atletas. Também indignado com a postura de Mano Alves, o meia Renan Oliveira também bateu boca com o atacante.

Para acalmar o time e a discussão não prejudica o rendimento em campo, o técnico Dorival Júnior chamou a atenção de todos, em especial de Magno Alves, que poderia ter deixado Diego Tardelli em condição de fazer o terceiro do Atlético-MG, que naquele momento vencia por 2 a 1.

Passado o jogo e a vitória confirmada, Renan Oliveira garante que a discussão ficou dentro de campo. Segundo ele, no vestiário, a comemoração foi grande por bater o arquirrival. “Fica tudo dentro de campo, é o clima quente do clássico. Os nervos passam um pouquinho do ponto, mas acabou o jogo e fica tudo dentro do campo. Dentro do vestiário é comemoração, é amizade”.