Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Relembre as dez frases mais marcantes de Marcos

O ex-goleiro ficou conhecido ao longo de sua carreira pelas frases polêmicas e sinceras. Confira algumas delas

iG São Paulo |

O ex-goleiro Marcos, que teve sua aposentadoria anunciada nesta quinta-feira, não ficará conhecido na história do futebol somente pelas inesquecíveis defesas com a camisa do Palmeiras e da seleção brasileira na conquista do pentacampeonato na Copa do Mundo de 2002.

Veja também: Palmeiras anuncia a aposentadoria de Marcos

Apelidado de "São Marcos" pela torcida, o agora aposentado goleiro, de 38 anos, ficou famoso pela extrema sinceridade nas entrevistas e por eternizar algumas das frases mais engraçadas, polêmicas e emocionantes na história recente do futebol. Algumas destas frases, ditas de cabeça quente após derrotas do Palmeiras, acabaram culminando em crises internas.

Confira abaixo as dez mais célebres frases de Marcos ao longo de sua carreira:

"Claro que me adiantei. Se o goleiro não fizer isso, ele bate com a cabeça na trave”

Ao relembrar a histórica defesa na cobrança do pênalti de Marcelinho Carioca na semifinal da Libertadores de 2000

“Com 16 anos de clube, eu não consigo ser só profissional. Se a torcida gosta de mim, foi pelas coisas que conquistei. Foi por ter deixado de lado uma proposta de 45 milhões do Arsenal para jogar a Série B.”

Marcos falando sobre seu amor am Palmeiras, em sua biografia

“Senti a mão de Deus em cada defesa que fiz. Ele é o grande responsável por esse momento, junto com meus companheiros”

Após a o Palmeiras eliminar o Corinthians, na Libertadores de 1999

“Estou com vergonha do nosso time. Ninguém aqui merecia colocar a camisa do Palmeiras. Ninguém, nem eu”

Reclamação de Marcos após a goleada sofrida pelo Palmeiras para o Vitória por 7 a 2, no Palestra Itália, na Copa do Brasil em 2003

“Ele não é meu amigo. Em casa, não entra mau-caráter. Sou amigo de cara de bom caráter. Em casa, não entra ninguém que cospe na cara de juiz”

Marcos rebate as críticas feitas pelo comentarista Neto, da TV Bandeirantes

null

 

“O Felipão pediu para eu jogar e não sou pipoca. Mas se soubesse que o time estava na nhaca dessa de hoje falava para não me colocar”

Após a goleada de 6 a 0 do Coritiba, na Copa do Brasil de 2011

“Acho que cobrar, exigir e até xingar é válido, mas não sou bandido para viver escondido ou ter que sair escoltado após um jogo de futebol”

Marcos se queixando das cobranças da torcida pela má fase do time, em 2009

“Tem gente aqui que acha que quando chega no Palmeiras, vai ganhar 40, 50 mil por mês, vai pegar menininha na rua e pronto? Tem de mostrar coragem”

Desabafo de Marcos após empate do Palmeiras com o Sport por 2 a 2, em 2009

“Quando se tem 36 anos, qualquer defesa é difícil. Você cai no chão e dói tudo”

Após a vitória do Palmeiras sobre o Sport, em 2009, nas oitavas de final da Libertadores 

“O vigia mandou eu tirar celular, chave e todos os objetos do bolso. Mas a porta não abria. Mostrei meu braço pra ele e disse: ‘A placa está aqui dentro (punho esquerdo).’ Ele riu e abriu a porta”

Marcos, ao contar a ocasião em que ficou preso na entrada de um banco

Leia tudo sobre: MarcosPalmeirasdespedidafrases

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG