Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Reforços para as laterais são prioridade no Atlético-MG

Principais nomes que surgem na lista são os de Juan, que não deve permanecer no Flamengo, e Patric, do Avaí

Gazeta Esportiva |

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, já deu declarações que o clube pretende contratar cinco reforços para a equipe na próxima temporada. Apesar de não revelar quais seriam as posições, as maiores especulações giram em torno das laterais, um dos setores mais carente da equipe. Os principais nomes que surgem na lista são os de Juan, que não deve permanecer no Flamengo, e Patric, que disputou o Brasileirão pelo Avaí.

A contratação de Juan é considerada muito difícil pelo mandatário atleticano. O motivo é o alto salário do atleta, e o fato do jogador despertar o interesse de várias equipes do país - o São Paulo é um dos clubes mais cotados. "O Juan é um lateral que interessa a qualquer clube do Brasil, mas o Atlético-MG não tem condições de pagar o salário que o Rio de Janeiro paga. Querer eu quero o Juan, qualquer um quer", declarou Alexandre Kalil em entrevista a Rádio Itatiaia.

Contrariando a afirmação de Kalil, que o alto salário é o problema para a contratação do lateral, na última quinta-feira, o ator Cauã Reymond, afirmou em seu perfil no Twitter, que Juan vai jogar a próxima temporada no Galo. Em Junho deste ano, o então candidato a presidente da república, José Serra, palmeirense declarado, já havia afirmado que o armador Diego Souza jogaria no Atlético-MG, na época a notícia foi negada pela diretoria atleticana, porém alguns dias depois o atleta foi contratado.

Outro lateral que interessa é Patric, o jogador que passou pelo Cruzeiro está no Avaí, e pode ser a opção para a ala direita. No Brasileirão deste ano, o Galo tentou Diego Macedo e Rafael Cruz, na posição, mas nenhum dos dois atletas agradou ao técnico Dorival Júnior e possuem futuro incerto no clube. Outra opção para o lado direito e Marcos Rocha, o jogador pertence ao Atlético-MG, e estava emprestado ao América-MG, o atleta foi eleito o melhor lateral direito da série B, deste ano.

O problema vivido pelo Galo nas laterais é crônico, e já dura muito tempo. O último jogador que foi titular absoluto no lado esquerdo foi Dedê, que foi vendido ao Borussia Dortmund da Alemanha em 1998. Pela direita passaram pelo Atlético-MG mais recentemente Mancini e Cicinho, ambos atualmente com poucas chances no futebol italiano.

Hoje o Galo possui os seguintes laterais no grupo de jogadores: Leandro, que renovou o contrato com o clube, Fernandinho, o vinculo do atleta termina este mês e ele não deve ficar, Eron, veio da base, mas não apresentou um bom futebol e ainda entrou na justiça trabalhista contra o clube. Pela direita o Atlético-MG conta com Diego Macedo e Rafael Cruz, os dois foram mal na temporada e não devem permanecer em 2011.

Leia tudo sobre: atlético-mgfutebolmercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG