Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Reforço, Barcos já foi artilheiro na China e fez gol à la Messi

Argentino contratado pelo Palmeiras rodou o mundo antes de se destacar com gols e títulos pela LDU, de Quito

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

Anunciado como novo reforço do Palmeiras na noite de terça-feira, o atacante argentino Hernán Barcos chega com status de “camarão”, algo pedido insistentemente pelo técnico Luiz Felipe Scolari nos últimos meses. Recentemente naturalizado equatoriano devido ao ótimo desempenho pela LDU (53 gols em 92 partidas, média de 0,57 gol/jogo), o atacante já é visto como solução para a o ataque. Antes de alcançar o sucesso no Equador, porém, Barcos naufragou em outras passagens internacionais. Atuando pelo Estrela Vermelha-SER, em 2007/08, por exemplo, o goleador foi dispensado após marcar apenas três vezes em 21 jogos.

Leia também: Palmeiras anuncia a contratação de Hernán Barcos

Quando jogou na China, El Pirata, como é conhecido, também penou antes de alcançar o sucesso. Depois de uma temporada ruim pelo Shanghai Shenhua-CHI, em 2009, o matador foi emprestado para o modesto Shenzhen Asia Travel, do mesmo país. Na nova casa, desandou a marcar gols: foram 14 em 14 partidas, o que lhe rendeu o prêmio pela artilharia do Campeonato Chinês. O faro de goleador despertou a atenção da LDU, que contratou o atacante em 2010 para suprir a vácuo deixado por Claudio Bieler, outro argentino, que havia sido destaque na campanha do título da Libertadores 2008, sobre o Fluminense.

nullA boa fase se manteve no time da capital equatoriana. Barcos vestiu a 16, mas foi o camisa 9 dos sonhos da torcida da LDU, que cansou de comemorar seus gols. O argentino se notabilizou por aparecer bem em partidas internacionais em 2010, marcando gols em todas as competições que atuou: Copa Suruga Bank, Recopa Sul-Americana e Copa Sul-Americana. Mas seu tento mais bonito com a camisa branca foi anotado na Copa Libertadores 2011, na vitória por 2 a 0 sobre o Godoy Cruz-ARG. Barcos encarnou o compatriota Lionel Messi e saiu driblando todo o time adversário, entrou na área pela esquerda e tocou na saída do goleiro, para delírio da torcida

O argentino deixou a LDU com dois títulos no currículo, sendo decisivo em ambos: o Equatoriano 2010 (anotando 22 gols e ficando a apenas um do artilheiro Jaime Ayoví) e a Recopa Sulamericana 2010 (marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 no primeiro jogo contra o Estudiantes-ARG; com um 0 a 0 na segunda partida, a LDU levou o título). Em 2011, ele foi vice-artilheiro da Copa Sulamericana (sete gols) e formou com Neymar (Santos) e Vargas (ex-Universidad de Chile-CHI) o ataque da Equipe Ideal da América eleita pelo jornal “El País”, do Uruguai. Resta saber Barcos conseguirá continuar navegando em águas tranquilas no sempre turbulento mar do Palmeiras.

Faça parte da Torcida Virtual do Palmeiras e deixe seus comentários:
 

Leia tudo sobre: palmeirashernán barcosmercado da bolaLDU

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG