Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Reclamação com arbitragem é maior que comemoração no Atlético-MG

Zagueiro Werley coloca a culpa no juiz por Atlético-MG não conseguir evitar o jogo de volta com o IAPE-MA

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Os jogadores do Atlético-MG comemoraram a vitória sobre o IAPE-MA, mas a reclamação contra o árbitro Andrey Silva (PA) e o auxiliar José Costa (PI) foram ainda maiores. Com o triunfo por 3 a 2 em São Luis, o time mineiro vai ter de fazer a partida da volta, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

O meia Ricardinho foi o mais ponderado na reclamação. O camisa 10 do Atlético-MG não estava questionando se o jogador Vanvan estava impedido ou não, mas sim as ações do árbitro do auxiliar.

“Não posso afirmar se estava impedido ou não, mas independentemente do impedimento ou não, o juiz apitou. O bandeirinha levantou a bandeira e o juiz apitou. O Renan saiu, mas não foi na bola. É só isso a reclamação, se ele estava ou não, é outro problema”.

Já o zagueiro Werley coloca na conta da arbitragem a partida de volta. Para o jogador do Atlético-MG, o IAPE-MA só conseguiu marcar graças aos erros do juiz Andrey Silva. No primeiro gol o goleiro Renan Ribeiro foi empurrado, e nada marcado, além da confusão do segundo gol maranhense.

“Os gols do IAPE-MA não saíram por conta da qualidade deles, foi por falhas do árbitro. Ele complicou o jogo. Mas o importante é que vencemos, são cinco jogos invictos e isso dá moral para a nossa equipe.”

Leia tudo sobre: Atlético-MGCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG