Após polêmica, Sandro Rosell ameaçou romper as relações institucionais com o seu maior rival

O Real Madrid emitiu um comunicado lamentando as declarações do presidente do Barcelona , Sandro Rosell, e suas "graves e falsas insinuações".

Nesta quinta-feira, o dirigente catalão ameaçou romper as relações institucionais com o Real Madrid, caso o clube merengue volte "a ultrapassar, na próxima temporada, os limites da esportividade".

O Real Madrid, por sua vez, destaca em seu comunicado que entende que as declarações de Rosell "são motivadas pela pressão que sofreu a direção (do Barcelona) por parte de um determinado e próximo entorno midiático, que reivindica uma atitude de agressividade com o Real Madrid".

"É incompreensível que nesta declaração o presidente do Barcelona faça graves e falsas insinuações com relação às determinadas notícias", acrescenta o comunicado.

Por fim, o Real Madrid expressa seu "firme compromisso a favor da esportividade e dos valores ao esporte, especialmente no que diz respeito ao 'fair play' e à luta inequívoca contra o racismo, elementos essenciais do esporte e exemplo para todas as crianças do mundo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.