Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Real Madrid busca empate com Milan nos acréscimos, e José Mourinho segue invicto

Equipe espanhola levou dois gols de Inzaghi no segundo tempo, mas contou com tento do jovem León para empatar

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861818090&_c_=MiGComponente_C

Pela quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Real Madrid e Milan empataram por 2 a 2, no estádio San Siro, em Milão, resultado que tirou o aproveitamento de 100% da equipe espanhola, mas que valeu classificação para as oitavas de final ao time visitante. No último jogo, o Real havia vencido o Milan por 2 a 0, no Santiago Bernabéu.

Mesmo jogando longe de sua torcida, o Real foi superior durante todo duelo e dominou o Milan. O argentino Higuaín abriu o placar para os visitantes aos 45 minutos do primeiro tempo, após receber belo passe do compatriota Di María.

No segundo tempo, o experiente Inzaghi entrou na vaga de Ronaldinho Gaúcho e mudou a história do duelo. O atacante deixou tudo igual aos 23 minutos, marcando de cabeça após falha conjunta de Pepe e Casillas. Dez minutos mais tarde, o mesmo Inzaghi aproveitou lançamento de Gattuso e tocou com categoria na saída de Casillas.

Com os tentos, Inzaghi chegou a 70 gols na história do torneio e igualou o espanhol Raúl, do Schalke 04, como maior marcador de todos os tempos na Champions. Nesta terça, Raúl passou em branco no empate do time alemão com o Hapoel.

No apagar das luzes, já nos acréscimos do jogo, Benzema deu linda assistência para o jovem Pedro León, que recebeu dentro da área e bateu de primeira. A bola passou no meio das pernas de Abbiati e balançou as redes.

O Real Madrid segue na liderança da chave G, agora com 10 pontos, e garantiu pelo menos a segunda colocação do grupo. O Milan está na vice-liderança com cinco pontos, seguido de Ajax, que tem quatro, e Auxerre, com três. Nesta terça, a equipe francesa bateu a holandesa por 2 a 1.

AFP
Inzaghi comemora um de seus dois gols sobre o Real Madrid

O jogo
A partida começou com o Real Madrid melhor em campo. Mesmo fora de casa, a equipe espanhola tomou conta das ações e começou assustando logo nos primeiros minutos. Higuaín recebeu na esquerda e bateu colocado da entrada da área. Abbiati mandou para escanteio.

O Milan respondeu na sequência, mas sem muito perigo. O brasileiro Alexandre Pato cruzou da direita e o ganês Boateng finalizou de primeira da entrada da área, mas Casillas pegou firme no meio do gol.

Higuaín voltou a incomodar a defesa do Milan aos 20 minutos. O argntino recebeu cruzamento e cabeçeou por cima do goleiro Abbiati. A bola ia entrar, mas Pirlo salvou de cabeça em cima na linha. No rebote, Di María chutou de primeira e o mesmo Pirlo meteu a cabeça mais uma vez para evitar o gol do Real.

Pouco depois, o argentino Di María apareceu mais uma vez com perigo, mas falhou na conclusão. O jogador invadiu a área, deixou Zambrotta deitado no gramado, cortou o zagueiro Nesta e bateu para fora, rente à trave.

Em duas oportunidades, Ibrahimovic quase marcou para o Milan. No primeiro lance, o suéco entrou livre pela esquerda e chutou em cima de Casillas. Depois, aos 37, o atacante recebeu passe magistral de Ronaldinho Gaúcho, chutou por cima do goleiro do Real, que tinha saído do gol, mas a bola foi para fora.

Aos 45, Di María puxou contra-ataque para o Real e encontrou Higuaín livre dentro da área. O argentino só teve o trabalho de dominar com a perna esquerda e chutar forte e rasteiro de direita, longe do alcance do goleiro italiano.

O segundo tempo começou com o Real Madrid em cima do Milan. Aos dois minutos, Cristiano Ronaldo soltou uma bomba de fora da área e Abbiati mandou para escanteio. A equipe espanhola mantinha a posse de bola, admistrava o resultado e não deixava o Milan chegar com eficiência no ataque.

Porém, aos 23 minutos, o Real foi castigado. Ibrahimovic aproveitou bobeira de Pepe, roubou a bola do zagueiro, invadiu a área e chutou cruzado. Casillas defendeu de forma estranha e, no rebote, Inzaghi marcou de cabeça o gol do empate. O atacante italiano entrou no segundo tempo na vaga de Ronaldinho.

Dez minutos mais tarde, o mesmo Inzaghi tratou de colocar o Milan na frente do placar. Gattuso deu belo lançamento para o atacante, que recebeu na frente de Casillas e tocou por baixo do goleiro, para delírio do público presente no San Siro.

O Real Madrid tentou buscar o empate com chutes de fora da área e chuveirinho, mas o gol salvador veio numa jogada bem trabalhada. No apagar das luzes, aos 49 minutos, Benzema dominou na meia esquerda e deu belo passe para Pedro León, que chutou de primeira no meio das pernas de Abiatti e decretou o placar final.

FICHA TÉCNICA - MILAN 2 X 2 REAL MADRID

Data: 03 de novembro de 2010, quarta-feira
Horário: 17h45 (de Brasília)
Local: Estádio San Siro, em Milão (Itália)
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Stephen Child e Jake Collin (ambos da Inglaterra)
Cartões amarelos: Boateng, Abate, Gattuso e Ibrahimovic (MIL); Pepe (REA)

Gols:
REAL: Higuaín, aos 45 minutos do primeiro tempo; Pedro León, aos 49 minutos do segundo tempo.
MIL: Inzaghi, aos 22 e 32 minutos do segundo tempo

MILAN: Abbiati, Abate, Nesta, Thiago Silva e Zambrotta; Boateng, Pirlo e Gattuso (Seedorf); Ronaldinho (Inzaghi), Ibrahimovic e Alexandre Pato (Ambrosini).
Técnico: Massimiliano Allegri

REAL MADRID: Casillas, Sergio Ramos, Pepe (Pedro León), Ricardo Carvalho e Marcelo; Xabi Alonso, Khedira, Özil (Albiol) e Di María; Cristiano Ronaldo e Higuaín (Benzema).
Técnico: José Mourinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG