Goleiro foi expulso no empate com a Ponte, cumpriu suspensão contra S. André e voltará contra Corinthians

O goleiro Rafael foi julgado nesta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP), por sua expulsão no empate com a Ponte Preta, em 2 a 2, no dia 2 de fevereiro, no Moisés Lucarelli. Indiciado no artigo 254 (praticar jogada violenta), o camisa 1 do Santos recebeu um jogo de suspensão e, como já o cumpriu no empate com o Santo André, está liberado para atuar normalmente no clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, no Pacaembu.

"Com a defesa apresentada, conseguimos com que o Rafael recebesse apenas a pena mínima, que é de um jogo", disse o advogado santista no julgamento desta segunda, João Vicente Gazolla.

Vale destacar que, na próxima rodada, o Santos enfrenta o Corinthians para voltar à liderança do Campeonato Paulista. Vice-líder do Estadual, com 18 pontos ganhos, o time da Baixada antes irá jogar contra o Deportivo Táchira (Venezuela), nesta terça, em San Cristóbal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.