Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rafael Santos cobra mudança de atitude do Atlético-PR no domingo

Equipe recebe o Bahia e vai em busca da sua primeira vitória dentro do Brasileirão

Gazeta |

O Atlético-PR tem alternado partidas boas, criando oportunidades com outras mostrando apatia nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro 2011. De semelhante, apenas os gols perdidos e os resultados ruins ao final dos 90 minutos.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide os amigos

Rafael Santos, aliás, ainda tira lições da derrota pra o Figueirense e espera outro espírito para encarar o Bahia, neste sábado, na Arena da Baixada. "Neste Campeonato Brasileiro a gente não pode entrar da forma como a gente entrou. Já é a sexta rodada e ficar brigando ali atrás e complicado", disse o zagueiro.

O defensor, no entanto, ainda não vê uma luta contra o fantasma do rebaixamento. "É cedo para falar em rebaixamento. Lógico que iniciando mal a preocupação é enorme. Mas o grupo está ciente e só nós, jogadores, podemos sair dessa situação", completou.

Responsabilizado por alguns tropeços ao participar de lances capitais dos jogos como Grêmio, Flamengo e o próprio Figueira, Rafael garante estar tranquilo, pois recebeu o apoio para seguir em frente.

"O mais importante venho fazendo, que é trabalhar sério. E vou colher os frutos. Contra o Figueirense, se tivesse matado a jogada na lateral, não teria acontecido. Assumo os erros que tive, mas tenho a confiança da comissão técnica, da diretoria e também do torcedor", garantiu.

O zagueiro acredita que um resultado positivo diante do Bahia, de preferência com um futebol mais vistoso, pode ser o pontapé inicial para uma reação. "No futebol, a gente até brinca, um dia está lá em baixo e na próxima partida faz um grande jogo e recebe novamente o apoio do torcedor", concluiu.

Leia tudo sobre: Atlético-PRBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG