Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rafael Moura faz dois, Conca joga bem e Flu vence América

Atacante chegou ao seu quinto gol em cinco jogos no Carioca e meia abriu o caminho para a boa vitória

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Gazeta Press
Conca comemora seu gol na vitória do Flu sobre o América
Para uma quarta-feira de cinzas que começou com sol, mas terminou com chuva, onde apenas a quadra da Beija Flor, campeã do carnaval carioca, devia estar lotada, o público de pouco mais quatro mil pessoas que saiu de casa para assistir Fluminense e América, pela segunda rodada da Taça Rio, merecia um prêmio.

Depois de um primeiro tempo horroroso, que chegou a dar sono, o atual campeão brasileiro jogou para o gasto no segundo e venceu, por 3 a 1, gols de Conca e dois de Rafael Moura. Assis descontou para o América.

Com a vitória, o Fluminense chegou aos seis pontos e lidera o Grupo B ao lado do Botafogo. O time de Muricy Ramalho volta a campo neste domingo, contra o Flamengo, às 18h30, no Engenhão.
Apesar de o Fluminense ter tomado a iniciativa do jogo assim que a bola rolou, foi o América que assustou primeiro. Aos dois minutos, Bruno Reis, cria de Xerém, recebeu na entrada da área e chutou forte e obrigou Ricardo Berna a fazer ótima defesa.

O Fluminense continuava tendo o controle do jogo, mas quem continuava chegava com perigo era o América. Aos oito minutos, Ruy lançou Hugo, Diogo cortou mal e abola sobrou no pé de Diguinho. O meia passou por Gum como quis e acertou um bomba no travessão de Ricardo Berna.

Aos 21, finalmente o Fluminense assustou. Carlinhos cobrou lateral dentro da área para Conca, o meia cruzou na área, mas o goleiro do América tirou da cabeça de Rafael Moura. O Fluminense continuou em cima e, aos 30, Conca cobrou escanteio na cabeça de Gum, que cabeceou por cima com perigo.

nullQuando a partida já começava a dar sono, o Fluminense o único gol do primeiro tempo. Carlinhos cobrou lateral dentro da área para Rafael Moura, o atacante girou sobre o zagueiro Luis Antônio e cruzou para Conca, que só teve o trabalho de tocar para o gol e abrir o placar aos 33.

Aos 42 minutos, o Fluminense quase fez o segundo em ótima jogada de Rafael Moura. O atacante fez boa jogada, tabelou com Conca e cruzou na cabeça de Marquinho, que cabeceou por cima.
O Fluminense voltou do intervalo disposto a resolver o jogo logo. Marquinho tabelou com Carlinhos e tocou para Rafael Moura, que na marca do pênalti chutou em cima de Paulo Wanzeler.

Mas o América deu o troco no ataque seguinte. Michel fez grande jogada pela direita, levou a melhor sobre a defesa do Fluminense e foi derrubado na área. Pênalti claro marcado por João Batista de Arruda. Na cobrança, Diguinho bateu fraco e Ricardo Berna defendeu.

nullO lance empolgou o Fluminense que, aos oito, chegou ao segundo gol. Conca cruzou pela direita, Araújo raspou para dentro da área e Rafael Moura só teve o trabalho de cabecear para dentro do gol.
Mas o Fluminense queria mais e um minuto depois quase chegou ao terceiro. Araújo tabelou com Conca e tocou para Rafael Moura. O atacante achou Carlinhos sozinho pela esquerda, que tocou para trás, Araújo chegou batendo mas a vaga do América cortou para escanteio.

Aos 28, o Fluminense chegou ao terceiro. Emerson tocou para Conca, o argentino fez grande jogada e cruzou paras Rafael Moura fazer o terceiro da vitória e o quinto dele em cinco jogos no Campeonato Carioca.

O América ainda teve tempo para descontar. Bruno Reis fez boa jogada, tabelou com Assis e só tocou na saída de Ricardo Berna, que nada pôde fazer.

FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 3 x 1 AMÉRICA-RJ

Local: Engenhão (RJ)
Data: 9 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Ivan Silva Araújo
Renda: RS$ 71.550,00
Público pagante: 3.282 (público presente: 4.153)

Cartões amarelos: Alan (AME), Leandro Euzébio (FLU), Rafael Moura (FLU)
Gols:
Fluminense: Conca, aos 33 minutos do primeiro tempo e Rafael Moura, aos 8 e 28 do segundo tempo
América: Bruno Reis, aos 36 do segundo tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos (Julio Cesar); Diogo, Diguinho, Marquinho (Souza) e Conca; Araújo (Emerson) e Rafael Moura
Técnico: Muricy Ramalho

AMÉRICA: Paulo Wanzeler; Michel (Leandro), Luiz Antônio, Alan e Assis; Ives, Mário César, Bruno Reis e Ruy Netto (Léo Oliveira); Diguinho (Gustavo) e Hugo
Técnico: Lulinha
 

Leia tudo sobre: FluminenseCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG