Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rafael Moura diz que apagão deixou o Fluminense mais ligado

Atacante afirma que atraso serviu para os jogadores assistirem a linda festa preparada pela torcida

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Ao invés de esfriar o atual campeão brasileiro, o apagão no Engenhão só serviu para esquentar o time do Fluminense. Autor do gol que abriu o caminhoda vitória por 3 a 1, sobre o Libertad, pelo jogo de ida da Libertadores, Rafael Moura disse nesta sexta-feira que apesar de atrapalhar o aquecimento a falta de luz deixou os jogadores mais ligados e mais próximos dos torcedores tricolores.

“Claro que atrapalhou nosso aquecimento, mas não tirou nossa motivação. Pelo contrário. Por um lado foi até bom porque deu tempo para a torcida chegar e para gente ver a festa linda que elas preparou com um mosaico. Isso nos deu ainda mais vontade de vencer”, afirmou Rafael Moura.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Depois de assistir de dentro do campo a festa preparada pelo torcedor, os jogadores enfrentaram aproximadamente 60 minutos de angústia e ansiedade até a hora de a bola rolar. A espera foi tão longa, que Rafael explica que o verdadeiro motivo da troca da camisa tricolor pela grená nada teve a ver com superstição.

“Primeiro passaram para a gente que demoraria de dez a quinze minutos para os holofotes serem acesos novamente. Mas o tempo foi passando e decidimos ir para o vestiário. Como a gente já havia reclamado que a camisa preta e branca deles podia confundir com a nossa tricolor e o árbitro já tinha informado que eles não trocariam, decidimos voltar com a grená”, explicou o jogador.

He-Man admite que a vantagem conquistada em casa deixou o Fluminense numa situação muito confortável para avançar às quartas de final, mas ao mesmo tempo o atacante faz um alerta para o jogo de volta, em Assunção.

“Fizemos um primeiro tempo bom, mas caímos de rendimento no segundo tempo. Sabemos que abrimos uma boa vantagem, mas é o resultado perigoso. O Libertad mostrou que tem muita qualidade e dentro de casa será um adversário muito difícil. Temos que entrar ligados para não sermos surpreendidos”, disse Rafael Moura.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG