Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Rafael Marques prevê dificuldades com altitude no Grêmio

Huánuco, cidade no Peru, está 1,9 mil metros acima do nível do mar

iG Porto Alegre |

Huánuco está a 1,9 mil metros acima do mar. O estádio Heráclio Tápia, literalmente, à beira da cordilheira dos andes. Portanto, nada mais natural do que o Grêmio projetar dificuldades com a altitude na partida contra o León, quinta-feira, pela Libertadores.

O zagueiro Rafael Marques prevê dificuldades no jogo que começa às 17h (horário de Brasília):

"Muitos jogadores nossos ainda não disputaram a Libertadores. Então, precisamos de superação. Não adianta ficar correndo, sem a bola, pois o desgaste é muito grande".

Da enquipe prevista para começar a partida, cinco gremistas estreiam neste ano no torneio sul-americano. Caso Diego Clementino substitua Carlos Alberto, o número sobre para seis.

O clube gaúcho, mesmo assim, está preparado. No final de tarde desta quarta-feira, irá treinar no palco da partida. O médico Paulo Rabaldo locou dois tubos de oxigênio para garantir pronto atendimento aos atletas caso seja necessário.
 

Leia tudo sobre: grêmiocopa libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG