Com várias defesas, o goleiro ajudou o Santos a segurar a pressão do América, no México

O goleiro Rafael salvou o Santos no empate sem gols contra o América, do México, nesta terça-feira , em Quirétaro, e ajudou a equipe a garantir uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América. Após o jogo, o goleiro festejou as defesas contra o adversário, principalmente os chutes do meia Reyna, e acredita que enfrentará o ataque do Cruzeiro na próxima fase.

“É uma equipe de qualidade que faz muitos gols e quando não faz temos que segurar lá trás. Depois que fiquei sabendo que foi ele (Reyna) que chutou todas as bolas, mas independente de quem chutava tinha que segurar”, afirmou Rafael, que já acredita na classificação do Santos contra o Cruzeiro.

“Tem muitas equipes de qualidade, devemos pegar o Cruzeiro e será um grande jogo e o melhor vencerá. Espero que seja o Santos”, completou Rafael.

Apesar da grande atuação, o goleiro preferiu dividir os elogios com os companheiros. “Vi tantas bolas chegando, que não percebi quem chutava. Melhor foi todo mundo, nossa equipe correu muito, soube jogar, a altitude atrapalha, mas nos saímos muito bem”, disse o goleiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.