Neymarzinha estreia pela seleção feminina e ganha elogios do técnico - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymarzinha estreia pela seleção feminina e ganha elogios do técnico

Atacante Thais, 17 anos, aproveitou contusão de Cristiane para entrar em campo pelo Torneio Internacional Cidade de São Paulo e ganhar pontos com Kleiton Lima

Gazeta Esportiva |

Juventude, velocidade, habilidade e ousadia. As características do atacante Neymar caem como uma luva para descrever o talento da jovem Thais, 17 anos, que também joga no Santos e fez sua estreia pela seleção brasileira principal nesta quinta-feira.

Destaque da equipe sub 17 do Brasil, a atacante ganhou a oportunidade após a contusão de Cristiane, aos 15 minutos do segundo tempo, quando a equipe do técnico Kleiton Lima já vencia por 3 a 0, resultado final do duelo contra o México, pela rodada inaugural do Torneio Internacional Cidade de São Paulo, no Pacaembu.

Depois da partida, ela não conseguia esconder a felicidade. "Foi uma satisfação enorme estar vestindo pela primeira vez a camisa da seleção principal e jogar ao lado de Marta, Cristiane e companhia. Nada vai pagar o que eu senti hoje aí dentro desse campo".

Além dos dribles e das jogadas rápidas pela direita, a jogadora chamou a atenção por ser comparada pelo treinador ao camisa 11 do time masculino santista. "A gente brinca no Santos porque ela tem característica de partir para cima, sem medo da adversária, o que a credencia a ser uma Neymarzinha. O público percebeu isso e fez a comparação", explicou Kleiton Lima.

Defendendo a seleção brasileira desde os 14 anos, Thais disputou o Mundial Sub-17 e agora busca seu espaço na equipe principal. Ela deve receber nova oportunidade no próximo domingo, contra a Holanda, novamente pelo Torneio Cidade de São Paulo. Com uma luxação no ombro, Cristiane dificilmente estará em campo.

Outra estreia
Com uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, a lateral direita Maurine foi cortada e não está defendendo a seleção brasileira na competição da capital paulista. Para seu lugar, foi chamada a estreante Joicinha, que também entrou durante o segundo tempo contra o México.

Ela foi acompanhada de perto pelo filho João, que estava nas arquibancadas do Pacaembu e, além do apoio familiar, conta ainda com a confiança de Kleiton Lima, que promete lhe dar novas oportunidades. "Ela é bem baixinha, muito rápida, articula bem e joga nas duas alas. É extremamente habilidosa. Fiquei feliz porque ela vem trabalhando, nós estamos acompanhando e vamos dar sequência".

Leia tudo sobre: futebol femininosantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG