Minha renovação não depende de títulos , diz Marcos Assunção - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Minha renovação não depende de títulos, diz Marcos Assunção

Pela lei, meio-campista pode assinar um pré-contrato com outra equipe a partir do início do ano que vem

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859708963&_c_=MiGComponente_C

O Palmeiras já estuda fórmulas de prolongar o contrato do seu principal nome na disputa da Copa Sul-Americana-2010, o volante Marcos Assunção. O atual vínculo do atleta é válido até o meio do ano que vem, mas a ideia é dar segurança ao jogador, de 34 anos, que espera um contrato até o fim de 2012 para, logo em seguida, encerrar a carreira.

O meio-campista está escalado para a partida desta quarta-feira contra o Goiás, pela segunda semifinal da Copa Sul-Americana, às 21h50 (horário de Brasília). Caso passe pelo adversário do Centro-Oeste, o Palmeiras chegará a uma final de torneio continental depois de um hiato de dez anos. 

Da parte de Marcos Assunção, a renovação parece ser um caminho natural. A propósito, ele deixa claro que sua permanência no Palestra Itália não depende do título da Copa Sul-Americana - e a consequente vaga na Libertadores-2011 - ou de outras conquistas. "É uma situação que não tem relação com o sucesso (títulos) do Palmeiras. Agora, vocês (jornalistas) devem perguntar à diretoria se depende", afirma o atleta.

Gazeta Press
Observado por Scolari, Marcos Assunção treina faltas na Academia de Futebol

Em campo, Marcos Assunção considera que mostrou os frutos de seu trabalho. Além da conhecida qualidade na bola parada, o meio-campista também é elogiado pelo profissionalismo nos treinos e a liderança junto aos companheiros.

"Eu tento fazer o meu melhor. Se eu faltasse a treinos, é claro que iria atrapalhar uma conversa sobre a minha permanência. Para mim, não há diferença se tenho um contrato longo ou curto, eu me dedico sempre", alertou o jogador.

Pela lei, Marcos Assunção pode assinar um pré-contrato com outra agremiação a partir do início do ano que vem. A pretensão do Palmeiras é intensificar as conversas de renovação após a participação da equipe na Copa Sul-Americana.

*Com GE

Leia tudo sobre: mercado da bolapalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG