Sem os medalhões, Carlinhos afirma que força do elenco manteve time entre os primeiros no Brasileirão " / Guerreirinhos mantém Fluminense no topo - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guerreirinhos mantém Fluminense no topo

MARGIN: 0cm 0cm 10ptSem os medalhões, Carlinhos afirma que força do elenco manteve time entre os primeiros no Brasileirão

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Mas do que um combustível extra para manter o Fluminense vivo na luta contra o rebaixamento em 2009, a campanha na Sul-Americana do ano passado valeu aos jogadores daquele elenco o status de guerreiros. Mesmo sem fazer parte do grupo comandado por Cuca,  Carlinhos parece ter encarnado o mesmo espírito e afirmou que sem os medalhõs Fred, Deco e Emerson, coube aos guerreirinhos manter o Fluminense na ponta de cima da tabela durante as 34 rodadas do Campeonato Brasileiro.

Depois do jogo contra o Vasco eu dei uma entrevista e disse que os guerreirinhos estavam dando conta do recado e mantendo o Fluminense nas primeiras colocações. Na verdade, mais  em primeiro do que em segundo.  Mas esses jogadores fora contratados para jogar e só não estavam jogando por causa das lesões, explicou carlinhos.

Feliz com os prováveis retornos de Fred e Deco contra o Goiás, no próximo domingo, o lateral  do Fluminense acredita que o período sem os chamados medalhões serviu para amadurecer os jogadores que entraram.

O Fred, o Deco e o Emerson são jogadores diferenciados e a volta deles vai no ajudar demais. Mas na ausência deles soubemos adquirir uma consciência de que o Fluminense precisava de todos os jogadores para se manter entre os primeiros e nós conseguimos. Isso só comprova a força e a qualidade desse grupo, assegurou o jogador.

Mas apesar da ótima fase e de ter levado a melhor no duelo particular com Julio Cesar, eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro de 2009, Carlinhos sabe que precisa manter o nível lá em cima para evitar as cobranças. Mas as vezes elas acontecem dentro de casa.

Eu cheguei no Fluminense jogando e quero terminar o Brasileiro jogando. Mas é difícil quando você tem um concorrente da qualidade do Julio Cesar.  Perdi a posição por lesão no meio dacompetição, mas trabalhei forte e recuperei meu espaço em campo. Mesmo assim eu  ainda ouço umas cornetadas da minha mulher Lessandra. Nós conversamos bastante e as vezes ela me fala umas verdades que me fazem repensar certas coisas, disse, às garagalhadas, Carlinhos.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG