Decepcionado , Beckenbauer declara que sua confiança na Fifa é limitada - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Decepcionado, Beckenbauer declara que sua confiança na Fifa é limitada

Alemão lamentou que os sete países derrotados na eleição para sedes das Copas 2018 e 2022 tenham sido alvo de escárnio

EFE |

Franz Beckenbauer, campeão mundial de futebol como jogador e treinador da seleção alemã, expressou sua decepção com a atuação da Fifa no processo de escolha de Rússia e Catar como sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022, respectivamente.

Em declarações publicadas nesta terça-feira pelo jornal "Bild", o Kaiser se diz "decepcionado pela maneira com que a Fifa manejou os resultados após a votação" de seu comitê executivo, do qual faz parte e que abandonará em março de 2011.

Beckenbauer lamentou especialmente que "os sete países derrotados tenham sido alvo de escárnio, sobretudo Inglaterra e Austrália", disse, referindo-se à divulgação dos votos do pleito interno do comitê executivo da Fifa, o que, segundo o alemão, a entidade máxima do futebol se comprometera a não fazer.

"Aos membros do comitê executivo, nos foi dito que os votos não seriam conhecidos nem por nós mesmos nem pela opinião pública. Após cada votação, só soubemos qual país havia sido eliminado", explica Beckenbauer.

"Algumas horas depois, me inteiro pelo rádio quantos votos cada um recebeu", explicou irritado o ex-jogador, lamentando profundamente que tenha sido divulgado que a Inglaterra recebera apenas dois votos, um dele próprio, e a Austrália, meramente um.

"Minha confiança na Fifa é limitada", finaliza Beckenbauer, que anunciara antes mesmo da reunião de 2 de dezembro não ter intenção de continuar fazendo parte do comitê executivo da entidade.

Leia tudo sobre: alemanhafifafutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG