Tamanho do texto

Apesar de contestado pela torcida, jogador segue com moral alto no clube após fazer gol no Beira-Rio

selo

O desejo de Luan continuar no Palmeiras após o término do seu contrato, no fim de julho, já foi reiteradamente expresso. Jogador, diretoria e Felipão já demonstraram o interesse em renovar o empréstimo junto ao Toulouse, da França. Falta convencer a torcida, que não gosta do futebol do atacante.

Mais um passo nesse sentido foi dado neste domingo, no Beira-Rio. Contra o Inter, Luan marcou seu segundo gol no Brasileirão e voltou a mostrar que pode ser decisivo para o clube.

"Mesmo com as críticas de alguns torcedores, quero provar que posso ser útil. Gosto daqui e não quero sair. Os meus representantes e o Palmeiras estão conversando com o Toulouse, da França. Sei que é difícil, mas torço para eles chegarem a um entendimento", afirma o jogador.

No sábado, Luan bateu boca com torcedores organizados, que assistiam a um jogo da base na Academia de Futebol. Discutiu por alguns minutos com eles antes de entrar no vestiário do CT. Ele nega, porém, que o gol contra o Inter seja uma resposta aos críticos.

"Não quero dar resposta a ninguém, estou bem tranquilo quanto a isso. É claro que fico chateado, estou fazendo meu trabalho honestamente e quero responder dentro de campo. Dedico esse gol contra o Inter aos meus companheiros e à comissão técnica, que estão me dando muita força e confiança", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.