Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Quer ser voluntário na Copa do Mundo de 2014? Saiba o que fazer

Fifa divulgou detalhes de como serão feitas as inscrições ainda no primeiro semestre de 2012. Serão 18 mil escolhidos

iG São Paulo |

Futura Press
Romário pode exigir cota para pessoas com deficiência entre o voluntariado
A Fifa divulgou nesta quinta-feira um roteiro básico para os interessados em se candidatar a voluntário na Copa do Mundo de 2014. Serão pelo menos 18 mil escolhidos, sendo que destes seis mil já trabalharão na Copa das Confederações, em 2013. As inscrições começaram ainda no primeiro semestre, sempre via o site oficial da entidade (não serão aceitos currículos via email ou correio, por exemplo). Veja abaixo algumas dúvidas sobre o perfil que a Fifa deve priorizar:

- Os candidatos deverão ter mais de 18 anos (não há limite).

- O processo será feito em algumas etapas: primeiro a inscrição pelo site (sem data para a liberação deste link), depois entrevistas, passando para treinamento geral, treinamento específico e entrevistas específicas. As primeiras duas rodadas são à distâncias, e as três últimas já feitas pessoalmente.

- Mesmo interessados que morem em cidades que não sejam sedes da Copa podem se inscrever, desde que tenham disponibilidade para morar pelo menos 20 dias nos locais onde ocorrerão jogos e treinos das seleções. O candidato pode optar, na inscrição, por uma cidade, mas caso seja aprovado pode ser enviado pa5ra outra.

- Os aprovados terão carga horária de 10 horas diária, sem remuneração. A Fifa fornece uniforme, alimentação e transporte de pontos específicos até o local de trabalho.

- O candidato poderá escolher a área de atuação, mas a Fofa é que definirá a função com base no perfil da pessoa. Alguns exemplos de atividades de voluntários: auxílio a jornalistas, a torcedores, a delegações e tradução.

- Os voluntários não ganharão ingressos para assistir às partidas. Eventualmente, poderão trabalhar nas partidas em local que dê visão ao campo.

- Não há cota para deficientes, como deverá haver para distribuição de ingressos, mas a Fifa explicou que pessoas com deficiência poderão se inscrever. O deputado federal Romário abraça campanha para aumentar a participação de deficientes na Copa.

O processo de seleção deve durar pelo menos até o final de 2012, quando a maioria que trabalhará na Copa das Confederação já será escolhido. Abaixo veja galeria de fotos com o andamento das obras dos estádios nos quais boa parte dos voluntários vão trabalhar:

 

Leia tudo sobre: Copa 2014Copa das ConfederaçõesRonaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG