"Meu objetivo era terminar entre os dez primeiros, mas é maravilhoso ter vencido", festejou o corredor

O queniano David Barmasai venceu nesta sexta-feira a maratona de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, com o tempo de 2h7min18s, o melhor de sua carreira. Seu compatriota Evans Cheruiyot chegou em segundo lugar, e o etíope Eshetu Wendimu, em terceiro.

"Foi uma grande surpresa para mim. Estou muito feliz por ter feito um bom tempo e melhorado minha marca em três minutos", disse Barmasai. "No começo da corrida meu objetivo era terminar entre os dez primeiros, mas é maravilhoso ter vencido."

A prova feminina foi vencida pela etíope Aselefech Medessa, com o tempo de 2h22min45s, seguida da queniana Lydia Cheromei, três vezes campeã da Corrida de São Silvestre, e da sueca Isabella Andersson.

"Não tinha percebido que estava liderando até completar o 41º quilômetro", contou Medessa. "Lutei por tudo o percurso com Lydia e só ganhei confiança quando ela ficou para trás e eu fiquei bem à frente."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.