Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Queens Park Rangers pode perder vaga na elite por irregularidades

Clube garantiu vaga na primeira divisão inglesa, mas pode ser punido por conta da contratação do meia argentino Alejandro Faurlin

EFE |

O Queens Park Rangers, que no último sábado derrotou o Watford por 2 a 0 e garantiu matematicamente o acesso para a primeira divisão do Campeonato Inglês, corre o risco de ser punido com a perda de pontos por conta de irregularidades relacionadas à contratação do meia argentino Alejandro Faurlin.

O clube, cujo maior acionista é o chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, poderá voltar à elite após 15 anos, mas primeiro tem que conquistar outra vitória, agora nos tribunais. Uma audiência está marcada para esta terça-feira. A Justiça analisará a transferência de Faurlin, que quando foi contratado era um dos acionistas do clube.

O Rangers garante que não fez nada de errado e por isso confia que a decisão judicial que será anunciada na próxima sexta-feira seja favorável. A FA (sigla em inglês para Federação Inglesa de Futebol) vinha investigando o caso desde setembro, quando o Rangers solicitou a permissão para comprar o pacote acionário que pertencia ao meia, motivada pelas novas regras que proibiam os jogadores de terem participações no clube em que jogam.

A FA pode punir o QPR com a perda de até 15 pontos e, caso opte pela punição, poderá tirar a equipe de Londres inclusive da zona de classificação para os playoffs.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG