Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Quase um mês depois, Grêmio repete meio-campo ideal

Formação com Fábio Rochemback, Adilson, Lúcio e Douglas não perdeu na temporada

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Futura Press
Douglas é o maestro do time
Foi no distante 17 de abril, em Erechim, que Renato Gaúcho escalou pela última vez o meio-campo ideal do Grêmio: Fábio Rochemback, Adilson, Lúcio e Douglas. Terminava naquele empate em 1 a 1, nas quartas de final do segundo turno do Gauchão, uma série invicta de cinco jogos, com ainda quatro vitórias.

Desde então, lesões e suspensões impediram o treinador de apostar na formação que ajudou o Grêmio, em 2010, sair da zona do rebaixamento e classificar-se à Libertadores via Brasileirão. Neste domingo, na final do Estadual contra o Internacional, o quarteto estará de volta. O que aumenta as chances de final feliz, com faixa no peito e taça no armário.

"É uma boa. Foi uma ideia do Renato no ano passado. A formação nos dá segurança porque equilibra o ataque e a defesa", opinou Adilson.

Vale lembrar que, nestas cinco partidas, o time marcou 17 gols e sofreu apenas dois. Rochemback, capitão do time, lembrou que o quarteto se conhece bem e funciona pois Douglas é liberado para armar enquanto Adilson atua pela direita e Lúcio pela esquerda:

"Estamos costumados. É o primeiro passo para dar certo."

Renato definiu o sucesso pela "qualidade na saída de bola", afinal, a equipe evita a ligação direta entre a defesa e o ataque:

"Esses jogadores são importantes e sempre nos ajudam".

Para o Gre-Nal, Adilson volta de suspensão. Fábio Rochemback e Lúcio se recuperaram de dores musculares. Douglas era o único que não teve problemas e permanecera na equipe.

Leia tudo sobre: grêmiomeio-campocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG