Tamanho do texto

Última atuação do volante pelo São Paulo foi no empate em 3 a 3 contra o Bragantino, na nona rodada do Campeonato Paulista

Fabrício corre em campo durante treino do São Paulo
AE
Fabrício corre em campo durante treino do São Paulo
Contratado para ser o exemplo de "sangue nos olhos" que faltou ao time na temporada passada, Fabrício chegou ao São Paulo machucado, atuou por 28 minutos contra o Bragantino e, desde então, está vetado por uma contratura na panturrilha direita. Nesta terça-feira, quase um mês depois de seu único jogo no clube, o volante deu voltas no campo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Acompanhado pelo fisioterapeuta Ricardo Sasaki, o meio-campista correu pelos campos do CT da Barra Funda. No meio da atividade, ainda ganhou a companhia de Rogério Ceni , que se recupera de cirurgia no ombro direito. Mas nada que anime Emerson Leão, que insiste não ter previsão sobre o retorno do camisa 8 às partidas.

Leia também:  Para Cícero, São Paulo fez melhor jogo no ano contra o Santos

O treinador gostaria de ter o ex-jogador do Cruzeiro como titular, mas demonstra tanto incômodo com a situação que resolveu passar toda a responsabilidade de recuperação do jogador aos médicos. "As pessoas que estão no departamento médico pertencem ao departamento. Não tenho tanto conhecimento sobre lesões de longo prazo", falou Leão nesta terça-feira.

O departamento médico informa que ele só estará liberado para recuperar a parte física quando estiver completamente sem dores, o que será testado nas próximas atividades que fará nesta semana tanto no campo quanto no Reffis, local que mais habitou até agora na passagem pelo São Paulo.

Veja ainda:  Luis Fabiano pede 'pernas para cima' após seis gols em uma semana

Fabrício, que chegou com discurso de líder em sua única entrevista coletiva, ficou fora de parte da pré-temporada por conta de dores no calcanhar esquerdo decorrente de uma pancada recebida no Campeonato Brasileiro do ano passado, quando atuou no sacrifício para ajudar o Cruzeiro a escapar do rebaixamento.

E mais:  Neymar deu mais passes e finalizou mais que Lucas no clássico

Estreou no São Paulo, finalmente, em 22 de fevereiro. Entretanto, sua atuação no empate por 3 a 3 com o Bragantino em Bragança Paulista , pela nona rodada do Campeonato Paulista , durou somente 28 minutos, quando ele sentiu a contratura na panturrilha direita e foi substituído por Casemiro.

Trabalhos leves

Na reapresentação do elenco na manhã desta terça-feira, os atletas, tanto os que foram titulares contra o Santos quanto quem começou na reserva ou nem foi relacionado, iniciaram a manhã com atividades na piscina e, na sequência, correram no campo do CT da Barra Funda.

Ajude a aumentar a torcida virtual do São Paulo