Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Puyol avisa que Campeonato Espanhol não está perdido

Zagueiro da equipe catalã reconhece a dificuldade para alcançar o Real na ponta, mas não desiste do título

AE |

selo

AFP
Zagueiro ainda pensa em levar a taça para a Catalunha
Os jogadores do Barcelona não esconderam a decepção com a derrota para o Osasuna, neste sábado, por 3 a 2 , resultado que pode permitir que o Real Madrid abra 10 pontos de folga na liderança do Campeonato Espanhol se vencer o Levante, em casa, neste domingo. O capitão Puyol porém, avisa que o tetracampeonato ainda está ao alcance do clube catalão. Para ele, não há como a equipe esquecer desta disputa e focar apenas na Liga dos Campeões e na Copa do Rei.

"O Campeonato Espanhol não está perdido, mas sim está complicado. Esta equipe sempre luta até o final. O que temos que fazer é ganhar a cada semana. Não somos máquinas, que conectamos e desconectamos. Não vamos focar apenas na Copa do Rei e na Liga dos Campeões. Quem acredita nisso está equivocado", disse Puyol, já neste domingo, depois do treino da manhã em Barcelona.

O capitão da equipe catalã também reconheceu que não há desculpas a se dar após a derrota e que o Barcelona tem que pensar apenas no próximo jogo, terça, contra o Bayer Leverkusen, na Alemanha, pela Liga dos Campeões.

"Não tem que buscar desculpas. Nós tentamos ganhar em todos os lugares, mas a verdade é que fora de casa tem sido muito difícil. As coisas não estão saindo, mas acho que não é falta de atitude. Não podemos pensar que tudo é perfeito. Guardiola nos disse que temos que continuar, virar a página e pensar na próxima partida, que é muito importante", comentou Puyol.

Ainda no sábado, o goleiro Valdés comentou sobre a improbabilidade de o Barcelona ainda chegar ao título espanhol. "Sendo realista, é muito difícil. Hoje (sábado) falhamos e nos complicamos. Não é definitivo, mas ficou mais difícil", disse ele. Pedro foi pelo mesmo caminho: "O título é possível, mas 10 pontos são muito difíceis de tirar. Seguiremos lutando até o final".

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhabarcelona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG