Time anunciou que pelo menos os jogos contra Criciúma e Náutico, nos dias 13 e 27 de agosto, serão na Arena Fonte Luminosa

Por conta dos incidentes ocorridos no dérbi campineiro do último dia 16, a Ponte Preta foi punida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) a mandar dez partidas fora do Estádio Moisés Lucarelli, palco da confusão.

Obrigada a jogar num raio de 100 km distante do seu estádio, a diretoria do clube confirmou o acerto com a empresa que administra a Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, para mandar suas partidas contra Criciúma e Náutico, nos dias 13 e 27 de agosto por lá.

A Ponte Preta ainda não garante a realização dos confrontos em Araraquara, cidade 183 km distante de Campinas, porque apresentará recurso e pedido de efeito suspensivo nos próximos dias para reverter a decisão.

Eneida de Toledo, presidente da empresa administradora, confirmou a informação: "A Ponte Preta está muito bem na tabela e a diretoria conta com a força da torcida, que deve vir à Arena. Precisamos movimentar a Arena e mostrá-la para o Brasil e jogos como esses são bons para isso", afirmou Eneida.

O gestor de futebol da equipe campineira aprovou a escolha: "Conversamos com nossa comissão técnica, que confirma as excelentes condições do estádio, e tivemos um grande apoio do departamento de turismo de Araraquara. Estamos felizes porque, se realmente tivermos que mandar as partidas fora do Majestoso, situação que esperamos ainda reverter, o faremos em um dos melhores estádios do Estado de São Paulo", afirmou Márcio Della Volpe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.