Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Prudente promete elenco mais esforçado e com 'cara de Série B'

Após ser rebaixado no Brasileiro e no Paulista, time quer elenco que saiba como encarar a segundona

Gazeta Esportiva |

Neste domingo, após a vitória do Linense sobre o São Bernardo, o Grêmio Prudente acabou sendo rebaixado pela segunda vez consecutiva. Agora na Série B do Campeonato Brasileiro e na A-2 do Paulista, o clube precisa de algumas mudanças. De acordo com o presidente do clube, Marcos Antônio Monteiro de Almeida, o que a equipe precisa é um time com "cara de Série B" e que se esforce mais que o atual.

Apesar das críticas ao elenco atual, o presidente garantiu que não irá mudar a equipe tão rapidamente, querendo que este time continue disputando a Copa do Brasil. "Nós ainda estamos em um campeonato. O mesmo elenco que foi rebaixado é o que vai jogar a Copa do Brasil", garantiu.

O mandatário não acredita que o sucesso do time nos últimos anos justifique os rebaixamentos no Brasileiro de 2010 e no Paulista de 2011. "Não acho que fomos punidos por nosso sucesso. Acho que, no futebol, sucesso é uma coisa que você tem que ter sempre e não só no começo. Quando não tem sucesso, você é rebaixado, que foi o que aconteceu conosco", afirmou.

Segundo Almeida, não houve uma falta de planejamento do time para repor as peças perdidas no último ano. "Não, não é falta de planejamento. Sempre houve, e as pessoas costumam culpar a falta dele para qualquer insucesso. Hoje, estamos rebaixados e precisamos nos reerguer, mas sempre houve planejamento", comentou.

Marcos Antônio sabe o que tem que fazer para disputar uma boa Série B, mas evita falar em qualquer receita para fazer o time subir. "É preciso montar um plantel que vá de acordo com a 'cara da Série B'. Trazer jogadores que se esforcem muito mais. Se eu tivesse uma receita (para o sucesso), eu não estaria aqui, estaria em Brasília, pois teria a solução para todos os problemas. Não há receita, há muito trabalho e dedicação", cravou o presidente.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG