Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Protetor da zaga, Arouca vê primeiro gol pelo Santos mais distante

Camisa 5 acredita que esquema tático de Muricy Ramalho deve colaborar com jejum de gols na carreira

Samir Carvalho, iG Santos |

Um dos ídolos da torcida do Santos, o volante Arouca não marcou nenhum gol com a camisa do clube. O camisa 5, que atua como primeiro volante no esquema tático do técnico Muricy Ramalho, acredita que a função de protetor da zaga, o prejudicará no objetivo de quebrar o jejum de gols na carreira.

“Jogando mais recuado é mais difícil ainda, mas não tenho esse negócio na cabeça de fazer gol, tento sempre que ajudar o Santos. Independente de quem marque, sempre me dedico ao máximo nos treinos e jogos do Santos para sair vencedor, com os títulos”, afirmou Arouca.

O volante, que atuou apenas cinco jogos pelo Santos nesta temporada, devido a uma lesão na coxa direita, voltou ao time na partida contra o Cerro Porteño na semana passada. Na ocasião, Arouca jogou mais adiantado, já que Muricy utilizou Adriano na função de proteger os zagueiros.

No entanto, Muricy contou com o retorno de Elano contra o Deportivo Táchira e deslocou Arouca para a função de primeiro volante.

Marcar gols nunca foi o forte de Arouca durante sua carreira. No Fluminense, onde atuou por quatro anos na equipe profissional e jogava mais adiantado, o volante marcou apenas nove gols. Já no São Paulo em 2009, o jogador não balançou as redes em nenhuma oportunidade.

O curioso é que dos nove gols marcados na carreira, dois foram contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro. O primeiro aconteceu em 2005, em Volta Redonda, no Rio de janeiro. O segundo foi marcado na Vila Belmiro, em 2007.

 

Leia tudo sobre: santosaroucamuricy ramalhojejum de gols

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG