Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Protesto em Londres altera programação da seleção brasileira

Ingleses reclamam de corte de gastos sociais e concentração foi no Hyde Park, em frente ao hotel do Brasil

Marcel Rizzo, enviado iG a Londres |

AP
Trajeto dos manifestantes passa em frente ao hotel em que a seleção brasileira está hospedada
A manifestação de sindicatos que acontece neste sábado em Londres afetou a programação da seleção brasileira. Mais de 100 mil pessoas, segundo autoridades se dirigiram ao Hyde Park contra os cortes de gastos sociais pelo governo britânico. O hotel The Dorchester, no qual os brasileiros estão hospedados, fica bem em frente ao parque.

Para evitar problemas no trânsito, a comissão técnica decidiu antecipar em meia hora a saída do ônibus do hotel. A Park Lane, avenida que passa em frente ao hotel, foi fechada pela polícia, para que os manifestantes tivesses acesso facilitado ao parque. O ônibus da seleção foi escoltado até o Emirates Stadium, campo do Arsenal palco do treino deste sábado e da partida deste domingo contra a Escócia (10h de Brasília).

Alguns torcedores que esperavam conseguir foto e autógrafos dos jogadores tiveram dificuldade para chegar ao hotel, já que estações de metrô mais próximas, como a Hyde Park Corner, foram fechadas para evitar tumulto. “Andei uns 20 minutos a mais. E nem sei se vou conseguir o autógrafo”, disse Juliana Ribeiro, garota que estava com os irmãos na porta do hotel.

A princípio, a delegação ficaria um tempo maior no estádio, após o trabalho, para evitar o tumulto da saída dos manifestantes do Hyde Park. Mas a polícia orientou a sair logo que acabar o treinamento que será feito um caminho alternativo, facilitando o acesso.

O barulho feito pelos manifestantes chamou a atenção de alguns jogadores quando deixaram os quartos para a refeição pré-treino. Muitas pessoas levavam faixas, cada uma com pedidos específicos de seus interesses e alguns pediam até a saída do primeiro ministro David Cameron. Até o momento a passeata é pacífica.

Leia tudo sobre: seleção brasileirainglaterraprotestos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG