Tamanho do texto

Filme "O Gringo", que conta história do sérvio recém-homenageado pelo Flamengo, será lançado no dia 10

O sérvio Dejan Petkovic , um dos jogadores estrangeiros mais bem sucedidos no futebol brasileiro, tem sua história contada pelo filme "O Gringo", que será lançado nos cinemas no dia 10 de julho e teve sua pré-estreia nesta quarta, durante o festival CINEFoot, no Rio de Janeiro.

Além de elogiar o diretor Darko Bajic, o ex-jogador de Flamengo, Vasco, Fluminense, Vitória, Santos, Goiás e Atlético-MG aproveitou para dar a receita do sucesso para outros "gringos" que tentam a sorte no Brasil. "Acho que os 'gringos' devem encarnar o espírito brasileiro para terem possibilidade de viver e se adaptar ao Brasil e não correrem o risco de retornarem rapidamente ao país de origem. O estrangeiro que não se adapta a um povo tão maravilhoso não merece vir para cá", disse.

Mesmo com o discurso verde-amarelo, Pet afirma que seu coração não é prioritariamente rubro-negro, tricolor, alviverde ou alvinegro. Segundo o ex-meia, o Estrela Vermelha, da Sérvia, é seu clube preferido. "Todas as torcidas são boas, mas desde pequeno o Estrela Vermelha é a primeira grande torcida do meu coração. Quando criança imaginava jogar pelo clube e com a torcida gritando meu nome no Marakana (estádio em Belgrado)", acrescentou ele.

Relação com Luxa
Vanderlei Luxemburgo teve papel importante no adeus de Pet ao Flamengo . O técnico foi responsável por afastar o jogador do elenco principal no início do ano, mas aceitou dar espaço a ele para a despedida no duelo contra o Corinthians, pelo Brasileirão.

Questionado sobre o relacionamento com o comandante, Petkovic foi ponderado. "Minha relação com ele sempre foi boa e de respeito mútuo. Nunca tivemos uma briga e, quando tinha que chamar minha atenção dentro de campo, ele chegava do jeito que todos conhecem", disse.

"Trabalhei com ele no Santos e no Flamengo e particularmente nos damos bem. O Luxa tem os seus defeitos e suas virtudes, assim como tenho os meus. Tenho que respeitá-lo, pois se trata de um técnico vencedor", encerrou Petkovic.