Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pronto para a estreia, zagueiro Rodrigo não joga há seis meses

Treinando desde setembro no Beira-Rio, jogador entra na disputa por uma vaga na defesa do Internacional

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

A resposta do zagueiro Rodrigo dá uma ideia de há quanto tempo ele não entra em campo. Quando perguntado qual tinha sido a sua última partida ele foi sincero: “Nem eu sei”.

Contratado pelo Inter em setembro, ele não atua desde o dia 8 de agosto, quando o Grêmio perdeu para o Fluminense no Brasileirão 2010. Dias depois ele seria dispensado do clube do estádio Olímpico.

“O mais importante é que estou à disposição. Já estava ansioso com este momento. A hora que o Celso Roth quiser eu vou dar o máximo para buscar os resultados”, disse o zagueiro.

Depois de várias tentativas, o Inter conseguiu regularizar a situação de Rodrigo nesta quarta-feira. O nome do defensor foi colocado no BID da CBF e ele já está à disposição do técnico Celso Roth.

“Eu acho que no ano passado estava mais ansioso. Estava louco para querer jogar, porque treinava em separado e não podia entrar em campo”, contou Rodrigo.

Ele passa a ser mais uma alternativa para o setor defensivo. Bolívar e Índio formam a dupla de zaga titular, mas Bolívar está lesionado. Ronaldo Alves ganhou oportunidade, mas se machucou. Sorondo vem ocupando a função.

“Ano passado eu estaria atrás de todo mundo, mas começando um ano novo acho que já entro para disputar posição. Lógico que estou um tempo parado, mas já teve uma vez que fiquei seis meses sem jogar no Flamengo e depois voltei em alto nível no São Paulo. O lado ruim é que eu não estava jogando. A pior coisa para um atleta é ficar treinando sem poder jogar. Vejo que o Celso está buscando a melhor formação e em seguida vai escolher os titulares”, projetou.

O Inter volta a campo neste domingo pela última rodada da fase de grupos do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. O adversário será o Pelotas, às 17 horas, no estádio Beira-Rio. Celso Roth vai utilizar os titulares para assegurar a vaga na próxima fase e seguir dando ritmo de jogo para a Copa Libertadores.

O treinador explicou durante a semana que o time que enfrentar o Pelotas será muito parecido com o que estreia na Libertadores, dia 16, contra o Emelec no Equador. Roth testou na quarta-feira uma dupla de ataque com Cavenaghi e Leandro Damião (depois Alecsandro). O meia-atacante Zé Roberto ainda sente dores na coxa direita e não tem presença garantida.

Uma projeção para a estreia na Libertadores teria: Lauro; Nei, Índio, Sorondo e Kléber; Wilson Matias (Bolatti), Guiñazu, Tinga e D´Alessandro; Zé Roberto (Damião) e Cavenaghi.
 

Leia tudo sobre: InternacionalRodrigoCampeonato Gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG