Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Procuradoria do STJD quer aumentar penas por briga na Ressacada

Intenção é punir Arévalo, que foi absolvido. Majorar penas dos outros advertidos também está nos planos

Gazeta |

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai solicitar novo julgamento dos envolvidos na confusão protagonizada por Avaí e Botafogo, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na Ressacada. A intenção é aumentar as punições.

O primeiro julgamento aconteceu na segunda-feira. Na ocasião, a Primeira Comissão Disciplinar do STJD puniu três jogadores de cada time e o técnico Caio Júnior, além de aplicar multas aos clubes. A Procuradoria considera que os réus cometeram infrações muito graves e receberam penas leves.

A intenção é punir Arévalo Rios, do Botafogo, que foi absolvido. Majorar as penas dos demais advertidos também está nos planos.

Do lado botafoguense, foram punidos Herrera (cinco jogos de suspensão), Loco Abreu (quatro), Everton (suspensão automática pelo cartão vermelho recebido) e Caio Júnior (uma partida de gancho). Pelo Avaí, os punidos foram Marquinhos (cinco partidas), Rafael Coelho e Bruno (quatro jogos cada). Os clubes ainda receberam multa de R$ 10 mil.

Como o Avaí ainda está disputando a Copa do Brasil, as penas estão sendo cumpridas nesta competição. Já os alvinegros serão desfalques no Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: BotafogoAvaíCopa do Brasil 2011STJDpuniçãoarevalo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG