Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Processo do Cruzeiro contra Leonardo Silva é extinto

Time mineiro vai entrar com nova ação e quer receber R$ 16 milhões por quebra de vínculo trabalhista

Gazeta Esportiva |

O processo movido pelo Cruzeiro contra o zagueiro Leonardo Silva foi extinto, nesta quinta-feira, pelo juiz do trabalho Júlio Correa de Melo Neto, da 36ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. O motivo para o fim do processo seria o endereço do atleta informado incorretamente pelo Cruzeiro. O advogado cruzeirense, Fabiano de Oliveira Costa, afirmou que o clube deve entrar com nova ação contra o defensor do rival Atlético-MG.

"O endereço que o Cruzeiro tinha não pertence mais ao atleta. Se o endereço estiver errado, o juiz, ao invés de alterar e intimar a parte para apresentar novo endereço, extingue o processo para que se entre de novo. Mas isso não muda nada. O Cruzeiro já está tomando novas providências para entrar com novo processo no início de fevereiro", explicou.

O advogado do clube, informou ainda que o desejo do Cruzeiro é receber o valor de R$ 16 milhões por quebra de vínculo trabalhista e não contar com o zagueiro de volta. "Isso não faz mais sentido, já que o jogador assinou contrato com outro clube. Mas a indenização sim, será requerida novamente", declarou.

Leia tudo sobre: CruzeiroAtlético-MGLeonardo Silva

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG