Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Problemas médicos atormentam o Fluminense neste início de ano

Assim como terminou o ano passado, a temporada de 2011 começa com o departamento médica das Laranjeiras cheio

Marcello Pires, enviado iG a Mangaratiba |

O ano mudou, mas a situação no Fluminense neste início de 2011 é a mesma do final da temporada passada: departamento médico cheio. Emerson está praticamente vetado para a estreia no Campeonato Carioca, dia 20, contra o Bangu, devido a um edema no tornozelo esquerdo. Carlinhos e Washington seguem em tratamento, e nesta quarta-feira foi a vez de Deco ir para o estaleiro com dores na região posterior da coxa direita.

Deco, que já havia ficado no hotel durante a semana com uma forte gripe, mais uma vez não desceu para o campo e segue em tratamento de fisioterapia. A lesão é no mesmo local que o tirou do jogo decisivo contra o Guarani pelo Brasileirão.

Já Washington, que não treinou nos últimos dias devido a uma tendinite no pé direito, retornou ao Rio de Janeiro para tratar da renovação de seu contrato. No entanto, um ar de suspense toma conta de Mangaratiba depois que a assessoria do clube anunciou uma coletiva de imprensa para quinta-feira, às 14h, com as presenças do presidente da patrocinadora, Celso Barros, do vice-presidente de futebol, Alcides Antunes, e do próprio atacante.

Com tantos problemas, Muricy teve que fazer mudanças na equipe no treino desta quarta-feira, em Mangaratiba. Ele escalou Souza no lugar de Conca, Tartá na vaga de Deco, Julio Cesar em substituição a Carlinhos, e Rodriguinho no posto de Emerson. Mariano, Gum, Leandro Euzébio, Valencia. Diguinho e Fred completaram o time.

A equipe titular do Fluminense treinou com Diego Cavalieri, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Diguinho, Valencia, Tartá e Souza; Rodriguinho e Fred.

Leia tudo sobre: fluminensemuricy ramalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG