Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pressionado, Santos ignora fracassos de Muricy na Libertadores

Treinador já disputou seis vezes a competição continetal e seu melhor resultado foi um vice, em 2006

Samir Carvalho, iG Santos |

Devido a pressão insustentável após a derrota no clássico contra o Palmeiras no último domingo, na Vila Belmiro, o Santos buscou um acertou salarial com Muricy Ramalho, principal empecilho para fechar o acordo, e confirmou a contratação do treinador. A diretoria santista também não levou em conta os fracassos de Muricy na Copa Libertadores da América, competição que o Santos demonstra obsessão em conquistar desde o início do ano.

Muricy Ramalho comandou o São Paulo em quatro edições da Libertadores – 2006, 2007, 2008 e 2009 – e nunca conquistou o título continental. Se não bastasse, o treinador abandonou o Fluminense ainda na primeira fase da competição nesta temporada, sem conquistar uma vitória. Ele também disputou uma Libertadores em 2004, comandando o São Caetano.

Em três jogos, a equipe carioca empatou dois e perdeu um, mesmo retrospecto do Santos na Libertadores deste ano. Porém, com um agravante: o Fluminense disputou dois jogos como mandante, enquanto a equipe santista apenas um.

Muricy tem 56,6% de aproveitamento na Copa Libertadores da América. Em 43 jogos disputados, o treinador conquistou 21 vitórias, dez empates e 12 derrotas. Apesar de ausência de títulos na Libertadores e a campanha pífia do Fluminense até o momento, a diretoria santista acredita que Muricy é o único técnico capaz de reerguer o Santos na competição continental.

A equipe santista disputará contra o Colo Colo nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Vila Belmiro, o quarto jogo pela Libertadores neste ano. Os santistas ainda não conseguiram vencer. Foram dois empates – contra Deportivo Táchira, da Venezuela, e Cerro Porteño, do Paraguai, e uma derrota contra o Colo Colo, no Chile.

Se o retrospecto de Muricy Ramalho não consta títulos na Libertadores, a situação é bem diferente quando o assunto é Campeonato Brasileiro. Certamente a diretoria santista levou em conta o desempenho do treinador no Brasileiro. Foram quatro títulos nacionais: três deles pelo São Paulo – 2006, 2007 e 2008 – e um pelo Fluminense na temporada passada.

Leia tudo sobre: santosmuricy ramalhocopa libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG