Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pressionado e sem resultados, Mancini não teme queda no Cruzeiro

Treinador disse que cabe à diretoria resolver o melhor para o clube depois da derrota na estreia

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O ano de 2012 começou confuso no Cruzeiro. Depois de se livrar do rebaixamento na última rodada do Brasileirão em 2011, o time inicia a temporada com muita confusão nos bastidores e um péssimo resultado na estreia do Campeonato Mineiro. Ciente da pressão e do baixo aproveitamento, o técnico Vágner Mancini não teme perder o seu emprego.

Veja também: Mancini reclama de atuação do Cruzeiro e assume responsabilidade

O treinador cruzeirense foi contratado na reta final do Brasileirão com o objetivo de manter o time na primeira divisão e conseguiu. Mas os números não estão do lado de Vágner Mancini: em treze jogos oficiais à frente do Cruzeiro, empatou cinco, perdeu outros cinco e venceu apenas três vezes (aproveitamento de 35,89%).

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na coletiva depois da derrota para o Guarani, na Arena do Jacaré, Mancini foi questionado se sentia-se ameaçado no cargo. "Sou funcionário do Cruzeiro. Existe uma diretoria que sabe muito bem o que vai fazer. Eu sou o técnico do Cruzeiro, me alimento diariamente dessa motivação para ir lá e fazer o melhor. Mas, todo mundo, até você (repórter) é funcionário na sua empresa", disse o treinador.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Mineiro

Mancini afirmou que a pergunta deveria ser feita à diretoria celeste. "Eu não posso responder uma pergunta dessa. Essa pergunta deveria ser feita à diretoria. Na minha maneira de ver, não. Não me sinto de maneira alguma (em risco de ser demitido)", declarou.

No segundo tempo da estreia no Estadual, a torcida cruzeirense presente na Arena do Jacaré chegou a pedir a contratação de Vanderlei Luxemburgo, recentemente demitido pelo Flamengo.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a possível saída de Mancini

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG