Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pressionado, Botafogo reencontra Avaí, algoz na Copa do Brasil

Equipes voltam a se enfrentar após partida marcado por confusão. Botafogo não vence há quatro jogos

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

AE
Briga na Copa do Brasil causou punições pesadas do STJD
Após a eliminação do Botafogo nas oitavas de final da Copa do Brasil deste ano, uma grande confusão envolvendo jogadores do Avaí e da equipe carioca tomou conta do gramado da Ressacada. Irritado por ter sido agredido, o lateral-direito Alessandro sentenciou: "Vocês podem ter certeza que terá volta no Campeonato Brasileiro". O dia da revanche - tomara que apenas dentro de campo -, chegou. Botafogo e Avaí se enfrentam nesta quarta-feira às 19h30, no estádio Engenhão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba notícias do time em tempo real

Após duas derrotas consecutivas e quatro jogos sem vencer, o Botafogo chega pressionado para ter um bom resultado em casa . O técnico Caio Júnior tem apoio da diretoria, mas torcedores e alguns conselheiros dentro do clube já começam a questionar o treinador. Por isso, o treinador sabe que a vitória é importante para dar tranquilidade ao elenco e recuperar o bom desempenho no torneio.

"Será um jogo tenso, que nós vamos sofrer um pouco. Temos que sair com a vitória de qualquer maneira. Dar a vida, dar sangue dentro de campo, porque o que vai valer são os três pontos. Acho até engraçado já se falar em troca de comando, mas a tendência é sempre essa, não muda né. Eu faço parte de mais um filme do futebol brasileiro, não tem como fugir disso. Só resultados interessam", disse Caio Júnior.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

Apesar da repercussão da confusão na Ressacada, que terminou com suspensões de Herrera, Loco Abreu e o próprio Caio Júnior no STJD, o treinador não vê a partida como a possibilidade de uma revanche. Segundo o técnico do Botafogo, o momento é outro e o que aconteceu não deve ser levado para dentro de campo nesta quarta-feira.

"Não temos nem que lembrar disso, era outro treinador, outros jogadores. Foi algo que aconteceu em função daquela partida, não acho que temos que pensar nisso. O Avaí vem fazendo jogos bons desde a chegada do Galo, então seria muito importante para nossa equipe marcar um gol no começo do jogo. Se isso não acontecer, é ter paciência, manter a calma e buscar a vitória até o fim", disse Caio Júnior.

Para enfrentar o Avaí, o Botafogo terá três novidades e uma mudança no esquema tático, que passará do 4-2-3-1 para o 4-4-2. Herrera volta ao ataque, após ter cumprido suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, ao lado de Alexandre Oliveira, que agradou e continuará na equipe. No meio-campo, Marcelo Mattos, expulso, será substituído pelo volante Léo, que já havia sido titular contra o Atlético-PR, quando o time atuou com três volantes.

AE
Briga na Copa do Brasil causou punições pesadas do STJD
O principal problema está na zaga. Antônio Carlos está suspenso e Fábio Ferreira lesionado. Assim, Gustavo fará sua estreia pelo Botafogo ao lado de João Filipe, que também volta a receber uma oportunidade. Na lateral-esquerda, Márcio Azevedo está mantido no time principal.

Se a situação do Botafogo é desconfortável, o Avaí atravessa um momento ainda pior. A equipe catarinense vem de derrota para o Inter e ocupa a 19ª posição, com apenas sete pontos. Por isso, a volta de alguns titulares deve ser comemorada pelo técnico Alexandre Gallo.

O zagueiro Welton Felipe e o volante Fabiano cumpriram suspensão na última partida, enquanto o lateral-direito Daniel não pode enfrentar o Internacional devido a uma cláusula contratual. Já o volante Bruno Silva, que era dúvida por sentir dores no ombro, deve ter condições de enfrentar o Botafogo.

FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO X AVAÍ

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o "Engenhão", no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de julho de 2011, (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Thiago Gomes Brígido (CE)

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, João Filipe, Gustavo e Márcio Azevedo; Léo, Renato, Maicosuel e Elkeson; Alexandre Oliveira e Herrera
Técnico: Caio Júnior

AVAÍ: Felipe, Welton Felipe, Bruno e Dirceu; Daniel, Batista, Pedro Ken, Fabiano, Cleverson e Romano; William
Técnico: Alexandre Gallo

Leia tudo sobre: botafogoavaíbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG