Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pressão e conflitos marcam largada de mais um projeto olímpico do Brasil

Técnico da seleção sub-20 convoca nesta terça-feira jogadores que poderão disputar o Sul-Americano da categoria. O torneio, que começa em janeiro, é classificatório para as Olimpíadas de 2012. Veja lista com possíveis convocados

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854229050&_c_=MiGComponente_C

Como diria Mané Garrincha, faltou "combinar com os russos" a estratégia brasileira para a conquista do inédito ouro olímpico nos Jogos de Londres, em 2012. O responsável pelo projeto, o técnico Ney Franco, faz nesta terça-feira a convocação para o Sul-Americano sub-20 - que serve de classificatório para as Olimpíadas -, mas está longe de ter a certeza que poderá contar com força máxima na competição.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou prioridade às categorias de base da seleção, mas ainda não acertou com os clubes a liberação de atletas do Neymar, do Santos, e Philipe Coutinho, da Internazionale (ITA), para a disputa do qualificatório. A dupla é nome certo na lista de Franco e inclusive já figura nas convocações de Mano Menezes para a seleção principal.

Neymar, 18, se colocou à disposição. O problema é que os treinos para o Sul-Americano começam em dezembro, período no qual o atacante tiraria férias. A falta de descanso poderia atrapalhar a preparação de Neymar para 2011.

"Eu e o Adilson Batista (técnico do Santos) conversamos com o Ney Franco e entendemos que o Neymar teve um ano bem desgastante, disputou mais de 60 partidas e precisa de um descanso. Estamos tomando essa decisão em conjunto", afirmou Paulo Jamelli, gerente de futebol do Santos. Chegou a ser estudada a hipótese de Neymar ficar fora das últimas rodadas do Brasileirão, mas ele tem treinado normalmente e não deve antecipar suas férias.

Para tentar contar com Neymar desde o início da preparação, a CBF decidiu adiar a apresentação dos jogadores de 8 para 13 de dezembro. O Santos, porém, ainda não se contentou e queria, na verdade, que Neymar se apresentasse somente no começo de 2011. "Acredito que atletas como o Philippe Coutinho e o Neymar devam ficar para uma segunda chamada", disse Jamelli.

Philipe Coutinho vive situação semelhante. Depende da negociação da CBF com a Inter de Milão, clube pelo qual inclusive já disputou jogos pela Liga dos Campeões, experiência que pode ser valiosa para o sub-20 do Brasil. Mas é melhor Ney Franco se preocupar: clubes europeus não têm o hábito de liberar jogadores para competições de base e até mesmo Olimpíadas. Adriano e Kaká, por exemplo, ficaram fora do Pré-Olímpico de 2004. Em 2008, o meia Diego e o lateral-direito Rafinha brigaram com seus clubes para jogarem as Olimpíadas de Pequim.

AFP
Aos 18 anos, Philipe Coutinho saiu do Vasco para a Inter de Milão e já brilhou na Itália

Ressaca da África
Mas justamente essas negociações podem sinalizar até que ponto a CBF está disposta a ir para aliar juventude e experiência na disputa da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Após o fiasco do veterano grupo que Dunga levou à África do Sul, o presidente da entidade, Ricardo Teixeira, foi claro quanto ao futuro do time nacional: "Ou nós formamos uma seleção nova, ou nós formamos uma seleção nova. Não há outra opção", disse o cartola, já prevendo uma renovação forçada da seleção.

"Os jogadores que em 2014 terão 24 ou 25 anos hoje tem 20. Para nós formarmos essa seleção, vamos ter de fazer esse trabalho em conjunto com a seleção olímpica, com a seleção sub-20 e com o time sub-17", disse Teixeira.

O primeiro passo foi a escolha de Ney Franco, técnico com títulos em competições profissionais, para conduzir a seleção olímpica. Nelson Rodrigues e Rogério Lourenço, antecessores de Franco na função, não tinham o mesmo currículo quando assumiram o cargo. Agora a atenção com a base é tamanha que Ney chegou a viajar para o Peru durante a semana passada para planejar os últimos detalhes da participação brasileira no Sul-Americano Sub-20.

Além de Coutinho, Franco disse que mais um jogador que atua no exterior está em sua pré-lista, não divulgada, de 35 atletas. "Ela pode aumentar para 37 ou 38 nomes, mas por enquanto são apenas dois jogadores que atuam no exterior", disse. O "estrangeiro" em questão deve ser o meia João Pedro, ex-Atlético-MG, que foi negociado com o Palermo por R$ 5,5 milhões. Ele pouco jogou entre os profissionais no Brasil e também não tem sido titular na Itália. Os volantes Bruno Renan (Shakhtar Donetsk) e Zé Eduardo (Parma) são outros novatos convocáveis que já estão na Europa.

Base paulista
Entre os jovens que atuam no País existem atletas mais conhecidos e que até têm sido fundamentais para seus times no Campeonato Brasileiro. O meia Lucas, do São Paulo, é um exemplo. Após aproveitar as chances que recebeu de Sérgio Baresi entre os profissionais, ele virou titular, foi uma das principais revelações da competição e Ney Franco já até confirmou sua convocação. "Não podemos abrir [a convocação] ainda, mas o Lucas certamente está na lista", disse o técnico na última sexta-feira.

Vipcomm
Lucas, revelação do São Paulo, já está garantido na convocação desta terça-feira

Lucas ainda pode ganhar a companhia de outros são-paulinos que conquistaram com ele a Copa São Paulo de 2010 - Bruno Uvini, Casemiro, Zé Vitor e Lucas Gaúcho. Wellington, também do time paulista e formado uma geração antes, é outro que pode ser chamado.

Mas não é o só o São Paulo que pode servir de base para a seleção brasileira sub-20. "O Santos é um time interessante. Além do Neymar, tem o Alex Sandro, que é um lateral de muito potencial. O Zezinho também chama a atenção. O Danilo é um garoto que é útil pela versatilidade, por jogar na lateral e no meio de campo", declarou Ney Franco ao "Jornal da Tarde". O zagueiro Rafael Caldeira e o meia Alan Patrick são outros "Meninos da Vila" que têm boas chances de convocação.

Bergson (Grêmio), Diego Maurício (Flamengo), Dudu (Coritiba), Eron (Atlético-MG), Gabriel Silva (Palmeiras), Henrique (Vitória), Oscar e Juan (Inter), Wellington Silva (Fluminense) são mais alguns jovens que já se destacaram e tem idade (nascidos a partir de janeiro de 1991) para disputar o Sul-Americano sub-20. A competição começará no dia 16 de janeiro e terminará no dia 12 de fevereiro. O Brasil fará sua estreia no dia 17, contra o Paraguai.

Veja abaixo, posição por posição, a lista completa dos jogadores nascidos a partir de 1991 que têm mais chances de convocação nesta terça-feira:

Goleiros
Gabriel (Cruzeiro)
Luís Guilherme (Botafogo)
Milton Raphael (Botafogo)
Raphael Borges (Palmeiras)
Richard (São Paulo)
Tiago Machowski (Grêmio)

Laterais-direitos
Danilo (Santos)
Kléber (Inter)
Luís Felipe (Palmeiras)
Rafael Galhardo (Flamengo)
Ryan (Fluminense)

Zagueiros
Alan Henrique (Vitória)
Bruno Uvini (São Paulo)
Juan (Inter)
Lucas Zen (Botafogo)
Mayko (Palmeiras)
Rafael Caldeira (Santos)
Romário Leiria(Inter)
Saimon (Grêmio)

Laterais-esquerdos
Alex Sandro (Santos)
Dodô (Corinthians)
Eron (Atlético-MG)
Gabriel Silva (Palmeiras)
Heracles (Atlético-PR)
Jorbison (Flamengo)
Diogo (Vasco)

Volantes
Allan (Vasco)
Anderson Uchoa (Cruzeiro)
Bruno Renan (Shakhtar Donetsk)
Bruno Turco (Palmeiras)
Casemiro (São Paulo)
Fernando (Grêmio)
Fernando (Palmeiras)
Guilherme Batata (Atlético-PR)
Rithely (Goiás)
Wellington (São Paulo)
Zé Eduardo (Parma)
Zé Vitor (São Paulo)

Meias
Alan Patrick (Santos)
Dudu (Coritiba)
Carlyle (Flamengo)
Eduardo Sasha (Inter)
Felipe Anderson (Santos)
Guilherme Negueba (Flamengo)
João Pedro (Palermo)
Lucas (São Paulo)
Nicão (Atlético-MG)
Oscar (Inter)
Philippe Coutinho (Inter de Milão)
Ramos (Palmeiras)
Renan Mota (Santos)
Zezinho (Santos)

Atacantes
Bergson (Grêmio)
Diego Maurício (Flamengo)
Dimba (Santos)
Henrique (Vitória)
Jonathan (Vasco)
Kelvin (Paraná)
Lucas Gaúcho (São Paulo)
Lucas Roggia (Inter)
Miguel (Palmeiras)
Neymar (Santos)
Sebá (Cruzeiro)
Thiaguinho (Cruzeiro)
Vinícius (Palmeiras)
Wellington Silva (Fluminense)
William Morais (Corinthians)

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG