Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presos no Paraguai, torcedores do Santos são expulsos do país

59 torcedores que foram detidos por vandalismo no Paraguai deverão deixar o país apenas na segunda-feira

Samir Carvalho, iG Santos |

Os 59 torcedores do Santos que estão presos no Paraguai serão expulsos do país. A decisão foi tomada pelo Departamento de Migração. Detidos por atos de vandalismo, agressão e até assalto na madrugada da última quinta-feira nas cidades de Assunção, e São Lourenço, os santistas devem deixar o Paraguai na próxima segunda-feira.

O governo paraguaio já divulgou que a expulsão acontecerá sem a Justiça decidir o caso. Os torcedores ainda não deixaram o país, pois não encerraram a fase de depoimentos a polícia. Até o momento, cerca de 40 torcedores já se explicaram sobre o ocorrido no Paraguai.

Após serem atacados pelos torcedores do Cerro Porteño dentro do estádio Olla Azulgrana, os santistas cometeram o ato de vandalismo quando deixaram o local do jogo rumo ao Brasil. O circuito interno de uma lanchonete invadida pelos brasileiros flagrou o momento em que os vândalos quebraram o vidro da loja e espancaram um torcedor do Cerro.

A decisão de expulsar os torcedores santista foi com base na lei migratória, que determina que determina que a autoridade judicial ou administrativa decida pela expulsão de um estrangeiro que descumpra a lei do país.

O Santos empatou com o Cerro Porteño por 3 a 3 na última quarta-feira, no estádio Olla Azulgrana, pelas semifinais da Copa Libertadores da América. O resultado garantiu a equipe santista o direito de disputar a decisão da competição, já que os santistas venceram o jogo de ida por 1 a 1, no Pacaembu.
 

Leia tudo sobre: SantosCopa Libertadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG