Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente santista nega reunião com Real Madrid sobre Neymar

Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro disse que só viajou com as filhas para a Europa e não tratou de negócios

Gazeta |

Após um breve período de descanso em viagem pela Europa, o presidente do Santos , Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, já está de novo à frente de seu posto no clube. Mas, nesse período, surgiram informações da imprensa espanhola sobre uma reunião do mandatário santista com a diretoria do Real Madrid , para discutir a negociação envolvendo o atacante Neymar. Irritado com os comentários, o dirigente negou o encontro com os espanhois.

"Por telefone já conversei com dirigentes do Real Madrid, sim. Só que não houve reunião em Paris (França) como disseram. Isso já foi desmentido exaustivamente por outros membros da nossa diretoria. Outro dia também disseram que eu estive em Barcelona para negociar o Neymar. Têm pessoas com uma imaginação muito fértil", disse Luis Álvaro.

Segundo o presidente, ele viajou com duas de suas filhas pelo Velho Continente e não tratou de assuntos referentes ao Santos no período. "Não vejo nada de tão absurdo um pai sair de férias com duas filhas pela Europa. Todo mundo está enxergando coisas como os moinhos que se transformavam em gigantes fantasmas na história do Dom Quixote de La Mancha. Sou apenas um presidente de clube que viajou após um ano e meio de trabalho árduo. Durante esses dias, eu não vi TV nem internet", comentou.

Na época em que o jornal espanhol 'Sport' divulgou o possível acerto da Joia santista com os merengues, o procurador de Neymar, Wagner Ribeiro, havia confirmado o encontro de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro com a diretoria do Real Madrid. Porém, o próprio empresário do atacante negou que as duas partes tenham fechado a transação.

Em relação ao futuro de Neymar na Vila Belmiro, o presidente reiterou o desejo do Peixe em garantir o craque por mais um bom tempo na equipe. "Não temos interesse em vender o Neymar. O Real Madrid pode até se mostrar disposto a pagar a multa rescisória (avaliada em 45 milhões de euros), mas tudo depende do jogador. Acreditamos na vontade dele em jogar e se tornar campeão mundial pelo Santos. Esperamos que o Neymar fique até o final de seu contrato conosco (em 2015)", encerrou.

Os madrilenhos seguem tentando convencer Neymar a deixar a Vila Belmiro e atuar no futebol europeu imediatamente. Porém, o camisa 11 alvinegro não pretende deixar o clube antes do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madridbarcelonasantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG