Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gerente do Werder diz que confia em venda de Wesley ao Palmeiras

Volante vem sendo especulado no Atlético-MG. Alviverde precisa arrumar parceiro para a compra

iG São Paulo |

Palmeiras e o volante Wesley , do Werder Bremen, seguem sem acerto. O presidente do time alviverde, Arnaldo Tirone, declarou na última segunda que vê uma "luz no fim do túnel" para fechar com o jogador , mas diz que o negócio segue difícil. Com dinheiro na mão, o Atlético-MG também estaria tentando atravessar e levar o ex-jogador do Santos . Porém, o gerente de futebol do Werder, Klaus Allofs, diz que o destino de Wesley deve ser mesmo o Palestra Itália.

BRIGA: Atlético-MG e Palmeiras lutam nos bastidores por Wesley

"Não comento mais as notícias vindas do Brasil (sobre o Atlético-MG estar tentando atravessar a negociação). Tudo indica que a transferência (de Wesley) será para o Palmeiras. Estou confiante", afirmou Allofs ao jornal "Bild". O Palmeiras tinha acertado que pagaria R$ 13,5 milhões (em três parcelas) para contratar o volante, mas, sem um parceiro para bancar a primeira parcela, não conseguiu fechar o negócio.

MERCADO: Tirone vê "luz no fim do túnel" para acerto do Palmeiras com Wesley

Arnaldo Tirone diz que estabeleceu negociações com um novo parceiro, e pede paciência à torcida para tentar trazer o reforço: "Temos uma luz no fim do túnel de um investimento, a gente pode ver se consegue. Mas não é uma coisa certa, não é tão fácil assim. Estamos tentando viabilizar, a torcida tem que ter um pouco de paciência. Não é que não estamos querendo, mas a gente precisa poder também. Não posso comprometer o clube com um valor maior do que podemos investir", afirmou, à rádio "Bandeirantes".

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O presidente palmeirense também diz que o fato de o Werder Bremen querer vender 100% dos direitos do atleta é outro fator que vem complicando a negociação: "O Werder Bremen não cede, eles querem vender os 100% do Wesley. Já fizemos uma proposta com porcentagem menor, mas eles não aceitaram”, reclamou Tirone, que prometeu alternativas caso o acerto não ocorra. “O Palmeiras é grande, se não for o Wesley, vão ser mais um ou dois jogadores nas funções que o Palmeiras precisa".

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasWesley

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG