Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Sport se diz surpreso, mas evita criticar CBF

Gustavo Dubeux disse não entender a decisão de reconhecer o título do Flamengo. Clube promete ¿medidas cabíveis¿ sobre o caso

Paulo Passos, iG São Paulo |

Após a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) reconhecer o título do Campeonato Brasileiro de 1987 do Flamengo, o presidente do Sport, que também é considerado campeão, se disse surpreso. Gustavo Dubeux afirmou que ficou sabendo da decisão por meio da imprensa.

“Ninguém da CBF nos comunicou. Fiquei surpreso. Temos um apreço muito grande pelo Ricardo Teixeira, não sei o que levou ele a fazer essa escolha. Ele deve ter sido pressionado”, afirmou Dubeaux ao iG.

Segundo o dirigente do Sport, o departamento jurídico do clube está estudando “medidas cabíveis” sobre o caso. O dirigente, entretanto, não explicou o que será feito.

De acordo com a decisão da CBF, o Sport é, assim como o Flamengo, considerado campeão brasileiro de 1987. Até esta segunda-feira, o clube pernambucano era reconhecido pela entidade como único campeão brasileiro.

Apesar da decisão da entidade máxima do futebol no Brasil, Dubeaux evitou falar mal do seu presidente, Ricardo Teixeira. “Não cabe criticar. Vamos apenas buscar os nossos direitos. A Justiça, a Fifa reconhecem o Sport como único campeão. É só você ver quem disputou a Libertadores de 88”, afirmou o cartola.

Em 1987, o Clube dos 13 organizou um torneio batizado de módulo verde. Flamengo e Internacional foram campeão e vice, respectivamente,da competição. Sport e Guarani ficaram em primeiro e segundo no módulo amarelo. A CBF exigiu, na época, um quadrangular para a definição do título nacional.

O Clube dos 13 havia decidido antes do fim da competição que não disputaria esse quadrangular, pois a competição não havia sido organizada pela CBF.
 

Leia tudo sobre: SportFlamengoCBF

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG