Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Santos lamenta: "Time não encaixou com Adilson"

Treinador foi demitido depois do empate do Santos contra o São Bernardo, na Vila Belmiro

Gazeta |

O presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro lamentou nesta segunda-feira o fracasso do técnico Adilson Batista no comando do Santos. Na visão do dirigente, o ex-zagueiro não conseguiu manter na temporada 2011 a principal característica do time: o futebol ofensivo. 

"Quando contratei o Adilson, eu fiquei seduzido pelo conceito tático dele de jogar no ataque, era o DNA do Santos. Mas circunstâncias fora do controle fizeram com que o time não se encaixasse. A reação da torcida é uma espécie de senso comum. A equipe vinha jogando um futebol alegre e vistoso do começo do ano, mas não foi mantido", disse o mandatário, em entrevista à Rádio Globo.

O Santos apresentou uma inesperada queda de rendimento curiosamente desde a volta de sua principal estrela: o atacante Neymar. Nas três últimas partidas da temporada, o Peixe acumula dois empates e a derrota no clássico contra o Corinthians, no Pacaembu.

Ainda assim, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro evita críticas direcionadas ao trabalho de Adilson Batista. O dirigente diz que a decisão da troca no comando tem também como objetivo proteger o ex-zagueiro.

"O Adilson é um profissional sério, não merecia sofrer essa pressão da torcida. Sábado, houve uma situação constrangedora na Vila Belmiro. Na quarta-feira, o Adilson seria criticado de novo, não seria bom para ele e para todo o time, que é muito jovem", afirmou o presidente do Santos.

Leia tudo sobre: santoscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG