Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Guarani nega venda do Brinco de Ouro da Princesa

No entanto, Leonel Martins de Oliveira diz que negociação do estádio "continua e está adiantada"

Gazeta |

O presidente do Guarani, Leonel Martins de Oliveira, negou que o estádio Brinco de Ouro da Princesa já tenha sido vendido para amenizar as dívidas do clube. De acordo com o mandatário, as eleições marcadas para o início de março atrapalham as tratativas.

"O estádio do Guarani não foi vendido e esta questão só poderia ser levantada por pessoas ligadas à atual diretoria e pelo presidente. Não existe nada assinado. No momento que isso ocorrer, se ocorrer, estarei aqui para noticiar oficialmente o fato. As negociações continuam e estão adiantadas. Nosso interesse é resolver esta questão o mais rápido possível", garantiu.

"Lamentamos que pessoas que não têm nenhuma ligação com a atual administração do clube levantem questões que não lhe são pertinentes", completou.

Leone ainda comentou o apoio que vem recebendo do ex-presidente Luís Roberto Zini no pleito do mês que vem, dizendo que cada um pode dizer o que quiser, mas que as divergências administrativas das duas gestões são intransponíveis. "Toda a imprensa e a coletividade bugrina sabem disso. Dispensamos o seu apoio e não temos interesse em qualquer ligação com essa pessoa", disparou.

Leia tudo sobre: GuaraniBrinco de Ouro da Princesa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG