Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Fla nega volta de Adriano

Patrícia Amorim mantém margem para as especulações ao lembrar que o Imperador não pode jogar no momento

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A presidente Patrícia Amorim negou nesta segunda-feira, depois de uma palestra na Casa do Saber, que o atacante Adriano esteja voltando para o Flamengo, mas ainda deixou margem para dúvidas. Ela disse que o motivo para não contratar o jogador é o fato de ele não poder jogar no momento. A previsão é de que, em menos de 40 dias, o Imperador já possa entrar em campo novamente, depois de se recuperar de uma cirurgia no ombro direito.

"Em momento algum, mudou o nosso pensamento. Conversei com o Vanderlei Luxemburgo (técnico) e posso garantir que não há nada de novo. Ele (Adriano) não pode entrar em campo e por isso não tem porque discutirmos isso agora. A única coisa que poderia mudar é se ele tivesse condições de jogar. Nós gostamos dele. Sabemos da importância que teve no clube, a relevância no título brasileiro e queremos que ele esteja bem onde for", afirmou Patrícia.

Adriano rescindiu contrato com a Roma no começo do mês e, desde então, faz fisioterapia e mantém a forma numa academia da Barra da Tijuca. Na madrugada desta segunda-feira, marcou presença na festa de aniversário de Ronaldinho Gaúcho, no Clube Ginástico Português.

Além do Flamengo, o Corinthians é um dos possíveis destinos do jogador. O clube paulista, inclusive, já fez uma proposta oficial e aguarda uma resposta do Imperador em breve.

Enquanto o assunto Adriano segue nos bastidores do Flamengo, o time volta a jogar domingo, contra o Madureira, em Macaé, pela quinta rodada da Taça Rio. Luxemburgo conta com a volta de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, que estavam suspensos no empate em 0 a 0 com a Cabofriense.
 

Leia tudo sobre: FlamengoAdrianoRomaCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG