Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Figueirense discorda de jogos de apenas uma torcida

Após problemas no clássico do último domingo, dirigente do Avaí tinha sugerido partidas com uma torcida

Gazeta Esportiva |

Mesmo após a série de incidentes que ocorreram durante o clássico entre Avaí e Figueirense, no estádio da Ressacada, o presidente do Figueira, Nestor Lodetti, se posicionou contra a ideia de jogos com apenas uma torcida. No clássico do último domingo, a partida teve que ser interrompida por 15 minutos devido à fumaça feita pelos sinalizadores, que são proibidos em estádios. Além disso, pedras foram atiradas em direção à torcida do time visitante.

"Não podemos responsabilizar toda a torcida do Avaí, nem a diretoria. Sabemos que é uma minoria de vândalos e inconsequentes. Por isto a importância de identificar e punir estes delinquentes com rigor", disse o mandatário alvinegro.

Para Lodetti, quem vai ao estádio em busca de confusão são sempre as mesmas pessoas e os verdadeiros torcedores não podem ser prejudicados. O goleiro Wilson também falou sobre a possibilidade de clássicos com uma torcida.

"Essa situação de clássico com uma torcida é ruim, vai acabar perdendo aquela rivalidade sadia que tem no estádio, com cada um torcendo do seu lado. Espero que isso não aconteça. Se acontecer, para mim será uma prova de que nossa segurança está deficiente", falou o arqueiro.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG