Cartola criticou diretoria do clube paulista nas tentativas de contratação do armador argentino

A tarde foi de reapresentação do elenco do Cruzeiro nessa quarta-feira. O presidente do clube. Gilvan de Pinho Tavares, esteve na sala de imprensa para entregar a camisa a três reforços contratados e aproveitou a ocasião para criticar a postura dos dirigentes do Corinthians na negociação para comprar Montillo. Segundo o mandatário cruzeirense, os paulistas "aliciaram" o jogador e não fizeram propostas oficiais.

Leia também: Hackers invadem Twitter do Cruzeiro novamente e "vendem" Montillo

Montillo se reapresentou normalmente na Toca da Raposa II e segue no clube mineiro, pelo menos até agora. O presidente do Cruzeiro falou sobre as tentativas de São Paulo e Corinthians em contratar o jogador. "Dois clubes de São Paulo disputavam o interesse pelo Montillo. Um deles (São Paulo) veio a BH, mandou um diretor até aqui e fez proposta. Outro (Corinthians) acenou à distância e conversou com o empresário, oferecendo coisas que não sei se pagariam. Fazendo a cabeça do empresário. Não acho esse procedimento correto, jamais faria isso. Isso é aliciamento de atleta", disparou Gilvan de Pinho Tavares.

Mercado da bola: veja as principais transferências do futebol brasileiro

Gilvan de Pinho Tavares afirmou que o Corinthians não fez nenhuma proposta por escrito pelo atleta, tendo conversado apenas com o empresário do jogador. "Coloquei isso bem claro para a imprensa de São Paulo. Um repórter de lá me disse que o presidente do Coritnhians tinha falado que fez proposta por escrito ao presidente Perrella. Ele não fez proposta por escrito, tenho certeza. Ele não era o presidente do Corinthians na época. O presidente era o que agora está licenciado (Andrés Sanchez). Ele sabia bem que o Perrella tinha delegado essa função a minha pessoa, vice-presidente. No dia 16 de dezembro já havia tomado posse como presidente, e a proposta foi apenas para o empresário”, declarou o presidente.

Veja também: Presidente do Cruzeiro diz que Montillo não está à venda por preço nenhum

Gilvan afirmou que a diretoria recebeu uma ligação misteriosa de uma pessoa ligada ao Corinthians nessa quarta-feira. “Hoje ligaram para um dos dirigentes do Cruzeiro perguntando se eu poderia atender uma ligação da direção do Corinthians. Estamos de portas abertas para recebê-los. Ainda não chegaram e tenho impressão de que vão perder a viagem. A não ser que tragam uma proposta diferente”, disse.

O presidente foi perguntado se Montillo teria manifestado a vontade de deixar o clube, como foi noticiado pela imprensa paulista, e negou. “O Montillo não participou em nenhum momento do leilão que o empresário fez. Se reapresentou hoje e não conversei com ele. Cumprimentei e não sei se ele me procurará. Tenho projetos para ele dentro do que ofereceram para ele. Ofereceram um salário alto e o restante de venda da imagem dele. Montillo tem uma imagem querida aqui. Vamos fazer de tudo para manter o atleta. Se um jogador chegar e disser que vai ficar contrariado, não interessa nem para nós e nem para a torcida. Mas o Montillo não é desse tipo, tem caráter e tem contrato", concluiu.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente as declarações do presidente

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.