Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Atlético-MG pode ser julgado por conta de 'tuitada'

Depois da derrota para o Vasco, pelo Brasileirão, Alexandre Kalil disse que sua equipe foi assaltada

Victor Martins e Renan Rodrigues, iG Esporte |

Livre de suspensão por conta do efeito suspensivo , o presidente do Atlético-MG , Alexandre Kalil, está mais uma vez na mira do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Dessa vez por conta de uma ‘tuitada’ depois da derrota para o Vasco , pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. No ocasião o Atlético-MG perdeu por 2 a 1 e o árbitro Edivaldo Elias da Silva, do Paraná, assinalou dois pênaltis inexistentes.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time

Depois da partida, o mandatário atleticano não se segurou e disparou contra o juiz, através do Twitter, já que ele não estava no Ipatingão, pois cumpria suspensão. “Transferir responsabilidades não, mas hoje fomos assaltados!”, postou Alexandre Kalil minutos depois da partida.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

A ‘tuitada’de Kalil não foi bem vista pela Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF), que entrou com uma queixa no STJD. “A ANAF, consultando árbitros, achou por bem, vendo as declarações do Kalil no Twitter, avisar o presidente na procuradoria do STJD. Agora é aguardar.”, disse o advogado da ANAF, o ex-árbitro Giulliano Bozzano, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Além da esfera esportiva, Alexandre Kalil pode ser processado pelo árbitro Edivaldo Elias da Silva. O juiz que faz parte do quadro da Federação Paranaense estuda a possibilidade de entrar com uma ação de danos morais contra o presidente do Atlético-MG. O que não seria uma novidade, já que Kalil é processado por Evandro Rogério Roman, também no Paraná.

Roman foi árbitro da derrota do Atlético-MG por 2 a 0 para o Botafogo , no Campeonato Brasileiro do ano passado. Depois da partida, Alexandre Kalil foi até o vestiário do juiz, na Arena do Jacaré, para reclamar da atuação no jogo. Em entrevistas, o presidente atleticano disse que Roman é um árbitro experiente e sabe fazer um resultado que lhe interessa.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG