Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente do Atlético Mineiro não vai a julgamento, leva multa, mas escapa de gancho

Alexandre Kalil foi denunciado por ofender o árbitro Evandro Rogério Roman na partida contra o Botafogo

Gazeta Esportiva |

O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, foi multado pelo STJD nesta sexta-feira. O mandatário foi denunciado por ofender o árbitro Evandro Rogério Roman na partida contra o Botafogo, em Sete Lagoas, e acabou multado em R$ 1 mil.

Apesar de não ter podido comparecer ao próprio julgamento, o que não é visto com bons olhos pelo tribunal, ele escapou de uma suspensão que poderia chegar a seis jogos. Ele ainda poderia ter sido multado em até R$ 100 mil.

Kalil respondeu ao artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "ofender alguém em sua honra, por fato direcionado diretamente ao desporto". De acordo com a súmula da partida, o presidente do Galo acusou a arbitragem de má intenção.

Clube é absolvido
Por possíveis problemas de infraestrutura e falta de segurança nos vestiários da Arena do Jacaré, o Atlético foi enquadrado no artigo 211, mas acabou absolvido por unanimidade. Roman escreveu na súmula que a arbitragem passou por "situações constrangedoras".

Leia tudo sobre: atlético-mgcampeonato brasileirostjd

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG